sexta-feira, 27 de abril de 2012

Pistoleiro detona trabalhador com seis tiros em Parauapebas


Cosmo de Araújo Silva (41 anos, natural de Poção de Pedra-MA) é ouvido pela polícia.

O homicídio ocorreu por volta das 23 horas da última sexta-feira (20), na esquina das ruas Carlos Gomes e Santa Catarina, no Bairro Liberdade II, município de Parauapebas – PA.

De acordo com o que narrou em depoimento na Delegacia de Polícia, Marciano da Costa, cunhado da vítima, Antonio Gracy se encontrava ingerindo bebida alcoólica na companhia de Cosmo de Araújo Silva, Fernando, “Negão” e “Loiro”, na residência do primeiro. Antonio Gracy deixou o local de bicicleta e foi até a esquina comprar mais bebidas, quando foi alvejado mortalmente por seis disparos de arma de fogo por um individuo que se encontrava numa motocicleta.

À polícia, Cosmo de Araújo Silva, (residente na Rua Carlos Gomes, Bairro Liberdade II) confirmou que estava na frente da casa dele bebendo com a vítima e outros amigos, quando Antonio Gracy saiu para comprar mais bebidas e foi executado a bala. No local do homicídio estava muito escuro e por isso Cosmo não conseguiu visualizar as características do pistoleiro.

Segundo ainda Cosmo Silva, ele conhecia Antonio Gracy há quatro meses e não sabia se ele, que trabalhava na extração e venda de areia num depósito, tinha alguma rixa com alguém.

Corpo de Antonio Gracy
Até o fechamento desta matéria, a polícia ainda não tinha pistas suficientes para identificar e prender o pistoleiro que assassinou Antonio Gracy, 27 anos, conhecido por “Pichola”, ajudante de serviços gerais, natural de Monção (MA), que residia na Rua Santa Catarina, Bairro Liberdade II, em Parauapebas.

Fonte:http://blogdovelapreta.blogspot.com.br/
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário