quinta-feira, 18 de fevereiro de 2016

PAULO RAMOS: População sofre com abandono do governo do estado e está há 44 dias sem ÁGUA



Dona Jucélia, é uma das vítimas
do descaso da CAEMA
Uma situação de calamidade está instalada em Paulo Ramos há 44 dias, por conta da CAEMA, responsável por armazenar e distribuir a água no município, não está conseguindo resolver o problema da bomba do poço P06, localizado ao lado do Farol da Educação, no bairro Francisco Rolins.

Hoje, pelas ruas o que se ver são pessoas com latas, baldes e outros recipientes na cabeça em busca do líquido que, já era considerado raro na cidade e, agora acabou de vez.
População armazenando água da chuva (Foto: Allan Miranda)
Dona Jucélia, é uma das vítimas deste descaso; a deficiente enfrenta graves problemas de saúde, além de não ter mais uma das pernas, o que a deixa impossibilitada de carregar água para as tarefas do dia-a-dia. Ela desabafa sobre as condições vividas por todos hoje com a falta d'agua: "...Não sei mais o que fazer. Eu me encontro nessas condições com problemas de saúde e ainda tenho que passar por essa humilhação. Não posso carregar água, mas pago a conta toda vez que chega. Quero que esse pessoal resolva logo isso e nos ajude, porque hoje água aqui, só da chuva", contou ela a reportagem.
Continua...


EM BUSCA DE SOLUÇÃO
Tv Cidade mostrando o drama da população com a falta d'água
Diariamente, a TV Cidade de Paulo Ramos tem denunciado o problema enfrentado pelo povo e o abandono por parte do Governo do Estado do Maranhão no município e as respostas são sempre as mesmas; "ainda estamos aguardando as peças de reposição da bomba.” Uma equipe da emissora já foi até a cidade de Pedreiras, onde está sediada a regional da CAEMA, porém, ainda não cumpriram com os prazos estabelecidos por eles mesmos.

CAPITAL

Pelo visto Flávio Rocha e sua equipe terão que percorrer quase 400 km até a capital São Luís, pois nenhuma movimentação é percebida em nível local pelos que estão à frente da instituição para resolver o problema.


0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário