segunda-feira, 28 de março de 2016

Ainda sobre o caso do jovem Francildo Lopes de São Raimundo do Doca Bezerra


Francildo: recuperar
logo para voltar aos estudos
Chamou atenção, na semana passada, o caso do estudante Francildo Leite, morador de São Raimundo do Doca Bezerra. Infelizmente, o jovem foi acometido por uma grave doença, a família recorreu ao município e recebeu todo apoio da Prefeitura.

Dr. Francisco Filho foi o primeiro médico a examinar o rapaz. Ele concluiu que se tratava de leucemia, porém, precisava de uma exâme definitivo em São Luís. Francildo Lopes foi levado para o Hospital de Esperantinópolis, para ser encaminhado a um centro especializado em São Luís. A Secretária de Estado da Saúde exige esse translado em Esperantinópolis para receber o encaminhamento para São Luís.

A prefeita Arlene Uchôa dá total apoio a família neste momento delicado. Dois familiares que trabalham no município foram dispensados de suas funções para acompanhar o jovem na capital durante os exames e tratamento.

Em São Luís, Francildo Lopes continuou recebendo apoio da Prefeitura de São Raimundo do Doca Bezerra, recebendo, inclusive, a visita da prefeita Arlene e do seu esposo Dr. Francisco Filho.

“Acompanhamos de perto o caso desse jovem, oferecendo total suporte a ele e seus familiares”, disse a prefeita.

Em um centro especializado, foi diagnosticado que o jovem tinha leucemia. (um tipo de câncer que atinge a medula óssea e o sangue).

O jovem iniciou o tratamento; em um vídeo que o Blog do Carlinhos teve acesso, Francildo Lopes relata que está se recuperando bem, apenas com um inchaço na perna.

Por outro lado, o jovem enfermo e sua família se queixaram do uso político de sua doença.
Continua...

“Eu li uma reportagem sobre minha doença e levaram meu problema para o lado político. Eu não estava passando mal daquela forma como foi escrita e recebi todo apoio da prefeita Arlene”, disse Francildo (em um vídeo que não vamos divulgar por se tratar de um menor).

A tia de Francildo Lopes, Josélia, servidora a prefeitura, em vídeo gravado, afirmou que o sobrinho sempre recebe apoio da prefeita Arlene.

“O meu sobrinho já saiu daqui sabendo que iria ser transferido para São Luís; ele também já suspeitava que tinha essa doença, mas não foi desamparado pela gestão da prefeita, de jeito nenhum. Recebemos uma ótima assistência da secretária de saúde de São Raimundo, não pensávamos que fossemos tão bem atendido como fomos”, relatou a tia.

Sobre a visita de um pré-candidato durante a estada do jovem Francildo Lopes em São Luís, a tia comentou.

“Não gostei, quando vi as fotos do meu sobrinho na internet. Não autorizamos isso. Só foi essa vez na vida que vi esse pré-candidato a prefeito. Ele chegou e perguntou se o Francildo era eleitor, mas foi informado que era menor e ainda não tinha tirado o título”, disse a tia.

Independe das questões políticas, recheadas como polêmicas, o jovem Francildo está preocupado em voltar aos estudos e frequentar a escola; ele é aluno do ensino médio; a prefeitura de São Raimundo do Doca Bezerra vai continuar dando total assistência ao jovem e seus familiares neste momento delicado.

“Eu estive várias vezes com Francildo, acompanhando o seu tratamento em São Luís, mas nunca tirei fotos dele para divulgar na rede social; a nossa preocupação principal é que ele fique curado logo e volte a fazer o que mais gosta, estudar e ser um jovem feliz”, pontuou a prefeita Arlene. 

9 comentários:

  1. Quando a verdade aparece a mentira vai embora.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O bicho pega é quando tenta-se encobrir a verdade com mentiras.

      Excluir
  2. Boa tarde pessoal... sobre o caso do garoto Francildo de São Raimundo do fica Bezerra. A família e o garoto pode ter recebido e está tendo o apoio da prefeitura, mas, em São Raimundo porque aqui em São Luís ele está tendo o apoio da casa de apoio de Esperantinópolis e não de São Raimundo como foi divulgado... ajudamos ele aqui sem receber nenhum centavo de ambas as partes. Ajuda por questões humanitárias portanto quero deixar claro que o apoio aqui em São Luís quem realmente deu foi a prefeitura de Esperantinópolis com sua estrutura.

    ResponderExcluir
  3. Os professores do ensino médio estão organizando um sorteio de uma batedeira, um liquidificador e um ventilador. A cartela vai custar R$ 5,000.Todo o recurso arrecadado será entregue a família para ajudar no tratamento de Francildo. Ele é aluno da segunda série. Participe conosco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É esse tipo de ajuda que o rapaz está recebendo, ao contrário do que diz a matéria. Ficam um e outro tentando ludibriar o povo que acessa o blog, que na minha opinião deveria averiguar melhor o que posta.

      Excluir
  4. Sobre o assunto, o que eu acho é a cara de pau desse pré-candidato perguntando se Francildo votava, acredito eu que em caso de saúde, deve-se esquecer a política, quer dizer que se não votar não deve ajudar? Um candidato desse não merece nem atenção, quanto mais um voto.

    ResponderExcluir
  5. Pq ficar frisando tanto que o jovem recebeu e recebe apoio da prefeitura de SRDB? Pelo que eu sei, é obrigação do poder público tratamento igual e sem distinção com todos os membros da sociedade. Ta me cheirando a postagem eleitoreira...

    ResponderExcluir
  6. esclarecimento: nao exite nenhum orientacao da secretaria estadual de saude quanto a este fluxo de pacientes tendo que passar por Esperantinópolis. A prefeita de Sao Raimundo do Doca Bezerra deveria assumir seu papel como gestora e cuidar de seu povo. A cidade recebe dinheiro da saude para cuidar da saude.

    ResponderExcluir