quinta-feira, 10 de março de 2016

Fiscais do MP estão neste momento em Peritoró averiguando denúncias de abandono na Educação


Fiscais em Peritoró
Os apelos de alunos que tomaram conta de blogs e repercutiu forte nas redes sociais, denunciando a precariedade de escolas municipais de Peritoró (MA) esta semana, surtiram efeito. Uma equipe de fiscalização do Ministério Público está neste momento no município.

Com a chegada da equipe do MP, estranhamente, como um passe de mágica, o prefeito Padre Jozias e o secretário municipal de Educação desapareceram. Eles não foram encontrados para falar sobre o abandono da educação. Restaram professores, alunos e pais de alunos. Foram ouvidos pelos promotores e confirmaram a precariedade da educação oferecida pela Prefeitura de Peritoró.
Fiscais do MP em Peritoró, povoado Mendonça
O deputado estadual Fábio Macêdo fez um pronunciamento ontem (09), na tribuna da Assembleia, cobrando a presença do Ministério Público em Peritoró.

“Denuncio a forma desumana em que o prefeito de Peritoró tem tratado as crianças; ontem, quando vinha da minha cidade natal, recebi um vídeo e umas fotos, como pai fiquei emocionado ao ver crianças ser tratada daquela forma; as imagens deixa qualquer pai de família triste.  Chamo atenção do colegas para a estrutura da escola do povoado Mendonça que está no vídeo; nesta escola não tem um banheiro e os alunos fazem as necessidades no meio do mato; não tem merenda escolar; as carteiras estão quebradas e chamo atenção do Ministérios Público e dos órgãos competentes para denunciar o Padre Jozias”, disse o parlamentar.
Continua...

Assista no vídeo o pronunciamento de Fábio Macêdo
O Ministério Público atendeu ao clamor das crianças e ao apelo do deputado estadual Fábio Macêdo.

O Padre Jozias precisa se confessar, diante dos fiscais do MP, todos os seus pecados cometidos contra a educação de Peritoró. E depois disso, aja muito pai nosso e ave-maria. 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário