sexta-feira, 11 de março de 2016

Na sessão do Pleno realizada no último dia 2,  o Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) julgou irregulares as contas Eduardo Alves de Barros, referente ao ano de 2010, quando presidiu a Câmara Municipal de Lagoa Grande do Maranhão. O débito é de R$ 50,8 mil e o vereador recebeu multas no total de 23 mil reais.  Débito e multas são decorrentes do julgamento irregular das contas.

Reveja aqui!!!

0 comentários:

Postar um comentário

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas