terça-feira, 10 de maio de 2016

Detento do presídio de Pedreiras aproveitou o indulto do Dias das Mães para roubar, em Lima Campos


Dedê
Detalhe: a mãe dele já morreu...

O detento do Presídio de Pedreiras identificado como Dedê ganhou a liberdade nos últimos dias através do benefício do indulto do Dia das Mães. Natural de Lima Campos (MA), ele regressou a sua cidade; órfão de mãe, não tinha ninguém para homenagear, então, aproveitou o domingo para voltar a praticar arrombamentos no comércio local.

Segundo o relato da PM, na madrugada do último domingo (8), Dedê destelhou um comércio no centro da cidade, furtou dinheiro e mercadorias. O proprietário do estabelecimento afirmou que 'era, apenas, a quinta vez que Dedê furtava seu comércio.'

Ele também é acusado de invadir um salão de corte de cabelo no final de semana, usando os mesmo modus operandi: destelhou o estabelecimento e aproveitando seu corpo delgado passou entre as ripas para furtar.

A guarnição da Polícia Militar de Lima Campos, composta pelo subtenente Henrique, sargento Josafá, sargento Aurélio e pelo soldado Oliveira Reis, agiu rápido e prenderam o acusado.

Ele foi encaminhado à 14ª Delegacia Regional de Pedreiras, onde foi autuado pelo crime e posteriormente devolvido para o presídio de Pedreiras, onde permanecerá detento até o próximo induto.   



3 comentários:

  1. Quem foi esse juiz que soltou esse petista? Tem que ganhar um chapeuzinho de burro.

    ResponderExcluir
  2. Há um informação errada: se ele cometeu crime durante a saída temporária, ele não tem mais direito a idultos posteriormente.

    ResponderExcluir
  3. Bandido não deveria ter direitos, já que ser marginal é uma escolha.

    ResponderExcluir