quarta-feira, 18 de maio de 2016

Jaílson – Pode-se dizer que esse ladrão não se cansa de roubar, em Pedreiras


O meliante Jaílson Leal de Oliveira, 21 anos, natural de Codó, atualmente morador da baixada trizidelense, preso ontem (17) no final da tarde por um mototaxista, é acusado de uma série de furtos e arrombamentos em Pedreiras. Pode-se dizer que esse ladrão não se cansa de roubar!

Jaílson foi preso, dessa vez, depois de praticar vários furtos em Pedreiras.

* Furtou um aparelho celular de uma servidora pública dentro do prédio da Promotoria de Justiça de Pedreiras, na última quinta, dia 12;

* Furtou uma motocicleta Biz na calçada da loja Noroeste no último sábado, dia 14;

* Arrombou a loja da Liliane, onde furtou três aparelhos de TVs, no domingo, dia 15;

Em todas essas ocorrências, o meliante foi filmado por câmeras de segurança.

Mais, em continua...
E estava perambulando pelas ruas em busca de novas vítimas, quando finalmente foi barrado pela ação do mototaxista que o reconheceu, o perseguiu e o prendeu dentro de um igarapé, na tarde de ontem até a chegada da polícia.

Conduzido para a DP de Pedreiras, Jaílson, que não aguenta pancada, já foi logo entregando os receptadores das mercadorias furtadas por ele.

* Segundo as informações do ladrão, a motocicleta Biz furtada na calçada da Noroeste foi vendida na cidade de Igarapé Grande por apenas R$ 100,00 (cem reais). A polícia já foi buscar o veículo e conduzir o receptador.

* Jaílson também entregou, de bandeja, cinco pessoas que compraram os produtos furtados: TVs da Liliane e outros. Três pessoas acusadas foram conduzidas ainda ontem à noite e outras duas se apresentaram espontaneamente à delegacia de Pedreiras. Esse pessoal passaram um baita e merecido constrangimento na DP.

Segundo o delegado Rafael Almeida, “o furtador será autuado em flagrante por furto qualificado; contra os receptadores foram lavrados termos circunstanciados de ocorrências pelo crime de receptação culposa foram ouvidos, liberados, mas vão responder pelo crime”, disse.

Curiosamente, Jaílson tem vários apelidos no mundo do crime: Snoopy, Gasparzinho, Scobidoo e Chapolin. Apesar dos apelidos, ele não tem nada de herói. Inclusive, ele foi preso em junho de 2015 depois que furtou dinheiro de caixas – eletrônicos no Banco do Brasil de Pedreiras. Jaílson e seu comparsa, o deficiente esmoléu Francisco Santos, ficaram um bom tempo detidos no presídio de Pedreiras.
Jaílson preso em junho de 2015 com seu comparsa
cadeirante depois de furtar caixas eletrônicos em Pedreiras 

2 comentários:

  1. Esse aí só vai parar de praticar crimes quando descer nas cordas!

    ResponderExcluir
  2. Tripudia da lei esse vagabundo, apesar de ser burro, vender uma moto por cem reais? Não justificando o roubo, mas é prova de que ele não está nem aí.Não tem jeito, só se ficasse na jaula uns 50 anos pra aprender.

    ResponderExcluir