sexta-feira, 13 de maio de 2016

Metade dos atuais vereadores de Esperantinópolis desiste de concorrer a um novo mandato


As eleições municipais deste ano se aproximam e muitos pré-candidatos estão de olhos em cargo públicos, principalmente, nas Câmaras Municipais. Em alguns municípios da nossa região, mais de cem candidatos concorrerão a pouco mais de uma dezena de vagas. A disputa é grande, no entanto, não é maior que o interesse dos concorrentes.
Em Esperantinópolis, acontece o inverso, pelo menos entre os atuais vereadores. A metade dos vereadores (Kleber Branco, Gordo Vieira, Chico Jovita, Francinaldo, Risomar e o suplente Carlos Barroso) desistiu de concorrer. Alguns, como Kleber Branco e Gordo Viera, já anunciaram publicamente a desistência. O que estaria por trás desse desinteresse enorme entre os atuais legisladores para não quererem renovar o mandato? Será que estão com medo do resultado das urnas?

Veja a explicação de alguns deles, em continua...



* Kleber Branco, em princípio, disse que desistiu para coordenar a campanha do prefeito Dr. Raimundinho e lançou sua esposa para disputar o cargo de vereadora em seu lugar. Dias depois, ele surpreendeu ao mudar de grupo político; está apoiando a oposição e existe um boato de que ele também desistiu de lançar sua esposa para apoiar a candidatura de Frankson Carneiro, filho de Chico Jovita, à Câmara Municipal. Há quem diga que o vereador reconhece que não conseguiria renovar mais o mandato, mesmo gastando todo o dinheiro do mundo. Então, seria melhor indicar a esposa ou apoiar o ex-vereador Frankson. Uma coisa é certa, Kleber Branco entende a política na ponta do lápis...
Nildete e Kleber Branco
* Gordo Vieira, jovem, polêmico, destemido, oposicionista ferrênio,  está no primeiro mandato, porém, anunciou que desistiu de concorrer nestas eleições em razão de uma decisão da família. A candidata será a mãe dele, dona Diana Vieira, Agente Comunitária de Saúde de Esperantinópolis. - Há quem diga que o vereador está desgastado e teria uma irrisória possibilidade de retornar ao cargo nas urnas. É mais oportuno lançar a mãe que tem menos rejeição.
Gordo Vieira
* Chico Jovita, ex-prefeito por dois mandatos consecutivos, foi o vereador mais bem votado da atual legislatura. Está se aposentando da vida pública, não deve concorrer a um novo mandato e já indicou seu filho, Frankson Carneiro na disputa. - Há quem diga que Chico Jovita foi barrado pela lei da ficha-limpa e não pode mais concorrer a nenhum cargo eletivo; ou seja, sua aposentadoria foi forçada. Mas, diga-se de passagem, Chico Jovita tem um excelente herdeiro na política, o filho.
Chico Jovita e o filho Frankson Carneiro
* Sinaldo não tem mais condições de se candidatar. O Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA) reprovou várias contas dele no período em que foi presidente da Câmara Municipal. Portanto, Sinaldo, vereador da oposição é ficha – suja e está alijado das eleições por longos anos. - Há quem diga que Chiquinho do Terto, aliado do prefeito Dr. Raimundinho, já tomou de conta de todo eleitorado das bases de Sinaldo. Os dois são parentes, embora, estejam grupos antagônicos. Vamos falar sobre isso com mais propriedade em outra matéria.
* Risomar, não declarou, ainda, a desistência de concorrer mais um mandato na Câmara Municipal de Esperantinópolis, porém, os boatos são fortes de que ela vai indicar a filha na disputa, a médica Kálita Priscila Andrade. Risomar, sempre discreta, tem chances de renovar o próprio mandato, porém, ela talvez queira renovar a cadeira com a presença da filha. A ideia, caso seja verdade, é interessante.
Risomar 
* Carlos Barroso, não foi eleito em 2012, porém, é vereador suplente, já assumiu o cargo durante alguns meses através de uma licença médica de Chico Jovita; ele tem um nome na cidade, administra um blog conhecido na região, ocupa o cargo de secretário de Comunicação da Prefeitura de Esperantinópolis, é um dos homens de confiança do prefeito, etc, com esse currículo, o rapaz tem amplas possibilidades de, dessa vez, garantir uma vaga na Câmara. Entretanto, ele já anunciou que não pretende concorrer. Em 2012, Carlos Barroso foi o candidato a vereador do, então, prefeito Mário Jorge. Recebeu apoio total da prefeitura e do prefeito, ainda assim, com tanto apoio e recursos embutido em sua candidatura, ficou fora da Câmara. Como diz o sábio ditado “Cachorro mordido por cobra tem medo de linguiça.”
Carlos Barroso
Portanto, esses edis desistiram ou estão em vias de desistir de concorrer a um novo mandato na Câmara. O morador de Esperantinópolis sabe mais do que eu o que está acontecendo entre seus vereadores. Será mesmo pavor das urnas?!

3 comentários:

  1. O dinheiro encurtou . Kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  2. amigo Carlinhos, pega todas essas justificativas desse vereadores e colocam no lixo, a verdade de tantas desistência e falta de dinheiro para suas pretensões, quem conhece o montante de dinheiro gasto para se eleger vereador não quer mais arriscar e quem não conhece quer entrar, hoje não é como antes que ficava rico rápido depois de entrar na política, hoje os tribunais de contas estão mais eficazes, o controle e maior, sobra pouca para a corrupção e quando e pego tem que devolver e fica fora da política por um bom tempo, isso de família, de apoiar alguém, de não quero e tudo conversa para boi dormir, e falta de dinheiro mesmo amigo Carlinhos, abraços.

    ResponderExcluir
  3. o povo quer renovação aqui e em todo o Maranhão. Tem uma turma de Vereadores caducos de mandatos que já estão fadados, são como velhos filmes já vistos por mais de duas vezes.
    Então vem aí uma grande renovação nas Câmaras Municipais de todo o estado, será uma nova safra de Vereadores para a formação e renovação das vagas de Vereadores e assim, ser encaixado novos rumos no Legislativo maranhense em todos os municípios.
    Novas ideais! Novos representantes! Nova atuação! Nova Legislatura! Novo trabalho! Novo tempo e Novas esperanças. Tudo novo.

    ResponderExcluir