segunda-feira, 2 de maio de 2016

Prefeito Totonho Chicote garante show de Fernandinho


Encontrei o prefeito a pé, em uma rua de Pedreiras 
Na noite do último sábado (30/04), ainda debaixo da forte polêmica que envolveu a postagem Veja algumas mordomias que o cantor Fernandinho exigiu para se apresentar em Pedreiras, o titular do blog do Carlinhos caminhava distraído, próximo à Praça do Jardim, em direção a festa 1º Encontro de Forrozeiros de Pedreiras, realizado no Bar do Índio; no meio do caminho, encontrei o prefeito de Pedreiras, sozinho e, igualmente, a pé. Achei estranho encontrar o prefeito assim, do nada, no meio da rua. Totonho Chicote, porém, foi logo me perguntado.

Totonho - Rapaz, que confusão foi essa que você arrumou com os evangélicos. Meu amigo, tenha certeza, o Fernandinho vai vir cantar em Pedreiras.

Carlinhos - Senhor prefeito, não sei o que falaram ao senhor, mas a minha postagem não dizia que o Fernandinho deixará de cantar em Pedreiras. Pelo contrário, afirmei logo no começo que ele não teve culpa pela adiamento da festa e muito menos a Prefeitura. Isso é claro e reconheço. Na postagem em meu blog, eu apenas enumerei duas exigências que Fernandinho fez para vir se apresentar em Pedreiras, relacionada a um carro executivo, tipo SW4 e um ônibus leito.

Totonho - Pois é, mas o evangélicos ficaram zangados, eles gostam do Fernandinho.

Carlinhos - Quem ficou zangada, na verdade, foi uma pastora daqui, que participou da organização da festa de Fernandinho. Surpreendeu-me a reação violenta dela, as acusações e os tipos de palavras que ela usou contra o blog. Ficou claro que ela não sabe que antes dela entrar na negociação com uma Van para trazer a banda de Fernandinho, houve uma primeira negociação através da FUP, com uma empresa de ônibus, aqui de Pedreiras. Foi esse conversa que eu tive acesso e o que está lá, no blog, falando das exigências, isso é verdade. Eu vi a conversa passo a passo e tenho aqui comigo. O negócio entre essa empresa de ônibus e Fernandinho foi fechado, mas depois, a pastora entrou oferecendo uma Van. O pessoal da empresa ficaram chateados e vazaram a conversa que eles tiveram com a Produção do Fernandinho. Pelo que vi, a pastora não tem conhecimento dessa primeira negociação, inclusive autorizada e de conhecimento do secretário Cajueiro.

Totonho - Carlinhos...
Continua...

Carlinhos – Sim, prefeito.

Totonho – Seja sempre amigos dos evangélicos, é povo de Deus e do bem.

Carlinhos – Eu sei disso, prefeito. Na verdade, o blog não disse que Fernandinho era um infiel, ou bandido, ou enganador, ou discrente; mas em decorrência da reação desproporcional de pessoas que tinham obrigação de mostrar madureza, equilíbrio, bom senso,  deram a entender que eu estava era criminalizando o cantor. Eu só disse o que a produção dele exigiu para o transporte entre Teresina e Pedreiras. O que não me falta são provas documentais, além disso, não disse mais nada.

Totonho - Meu amigo, o importante é que Fernandinho vai vir cantar em Pedreiras, e esse show vai acontecer logo, e se tiver que buscar ele de van ou ônibus, ou SW4, nós vamos buscar. É compromisso agradar esse povo e esse povo gosta do Fernandinho. 
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário