segunda-feira, 13 de junho de 2016

Dois representantes da nossa região desfilaram com a Tocha Olímpica



Sol, temperatura na casa dos 31ºC e muita alegria formaram o cenário perfeito para o desfile da Tocha Olímpica ontem pelas ruas de São Luís, no Maranhão. A nossa capital acordou cedo e, desde a chegada ao Aeroporto Marechal Cunha Machado, proveniente de Palmas-TO, a chama atraiu a atenção dos moradores.

Em carros, motos, bicicletas e a pé, todos paravam para ver passagem do comboio, que seguiu do aeroporto ao Palácio de la Ravardièri, sede da prefeitura, onde as celebrações foram abertas oficialmente.

Grupos e blocos tradicionais já a esperavam na Praça Dom Pedro II, com destaques para Lamparina, Os Feras, o Boi de Santa Fé. Muita música e dança para quem reservou o dia para acompanhar ocasião inédita.

A chama percorreu 39 quilômetros durante o dia e esteve em oito pontos específicos, como a Praça da Ressurreição e a Universidade Federal do Maranhão. O roteiro acabou à noite, na Praça Maria Aragão, onde foi acesa a Pira Olímpica. Para encerra a festa, shows de Mano Borges, Brilho da Ilha, Pirilampo e Maracanã. Um Dia dos Namorados que os maranhenses dificilmente vão esquecer.

Entre os escolhido para conduzir a Tocha Olímpica pela capital se destacam dois jovens da nossa região, Marcos Robério de São José dos Basílios e Sidney Borges de Lima Campos.

Não tenho dúvidas de que o Comitê Olímpico Brasileiro (COB) teve bons motivos para escolher esses dois jovens para conduzir a Tocha Olímpica.

Sidney Borges é criador do Jornal Imprenso Fala Sério! editado na cidade de Lima Campos. O periódico é um alicerce na educação daquele município, além de manter a população informada. Sidney é servidor da secretária de Comunicação da Prefeitura de Lima Campos e um dos maiores divulgadores do município nas redes sociais.
O limacampense Sidney Borges conduz a Tocha Olímpica em São Luís
Marcos Robério, natural de Dom Pedro (MA), escolheu a cidade de São José dos Basilios como o seu segundo berço. E lá passou a militar na área social fundando a Associação das Quebradeiras de Côco Babaçu, entidade hoje reconhecida no Brasil e no exterior. Atualmente a AQCB emprega centenas de pessoas e produz diversos produtos extraídos do coco babaçu.

Marcos Robério acende a Tocha Olímpica e começa o passeio pelas ruas de São Luís

Os dois jovens encheram de orgulho os municípios de São José dos Basilios e Lima Campos e toda nossa região. Que venham os Jogos Olímpicos Rio 2016.

3 comentários:

  1. Amigo Carlinhos o Sidney conduziu foi em Teresina essa foto e la de Teresina

    ResponderExcluir
  2. Faltou você citar o jovem Lucas Eduardo, residente do povoado Jiquiri, que hoje estuda em São Luís. Será porque não citou?? Ah agora sei, ele é sobrinho da blogueira Isa Telma. Só podia ser o Carlinhos mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Carlinho, por quê cv não fala do Lucas, sobrinho da isatelma que também conduziu a tocha,e, é de Esperantinópolis..Jiquirí

    ResponderExcluir