terça-feira, 7 de junho de 2016

No final da noite do último domingo (05), um casal bebia num dos bares da cidade. O homem estava caindo de bêbado, falando asneiras e trocando urubu por meu louro; a mulher, aborrecida e entediada, decidiu voltar para casa sozinha. Ela ergueu-se da mesa e começou a caminhada em direção de casa.

Em outra mesa do bar, um homem também se ergueu na mesma hora, pediu a moto emprestada a um amigo e saiu no encalce de não sei o quê.  

Pouco tempo depois, houve um boato de estupro na cidade. A mulher acusou o homem de se aproveitar dela no caminho de casa. A guarnição da polícia militar foi acionada. O homem e a mulher que deixaram o bar foram conduzidos, um do lado do outro, na viatura.

No caminho os PMs acompanharam um diálogo suspeito.

- Meu amor, larga desse negócio de dizer que eu te estuprei, tu sabe que respondo umas broncas por tráfico e isso vai me complicar.

O comandante da guarnição estranhou o tratamento intimo entre a vítima e o acusado.

- Que porra é essa de meu amor?! Ah, não, essa história tá me cheirando a outra coisa! Mas vou levar vocês dois para averiguar essa denúncia até o fim.

A vítima passou por exames e nada foi constatado. O acusado foi posto em liberdade por falta de provas.

Vida que segue. 

6 comentários:

  1. ISO se chama chifre

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  3. Essa semhora, um Hum...kkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir

Quarta e quinta em Bernardo


Nesta sexta-feira, 28


Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Dia 29 em Esperantinópolis


Bruno e Marrone em Lago da Pedra


Publicidade:


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas