quinta-feira, 16 de junho de 2016

Greve no Detran - MA a partir de quarta-feira, dia 22


Servidores do detran/MA aprovam deflagração de greve geral por tempo indeterminado.

Em Assembleia Extraordinária realizada na ultima quinta-feira (15), às 17h, na Sede do DETRAN/MA, os servidores decidiram que, se as pautas de reivindicações não forem atendidas, será deflagrada Greve Geral por tempo indeterminado em todo o Estado A PARTIR DE 22/06/2016 (PRÓXIMA QUARTA). Nas 15 Circunscrições Regionais de Trânsito (CIRETRANs) os servidores também decidiram aderir ao movimento paredista.

Na ocasião, os servidores discutiram as pautas de reivindicações. Segue a síntese:

1 – PLANO DE CARGOS, CARREIRAS E REMUNERAÇÃO (PCCR) – finalização de uma proposta digna e encaminhamento do projeto de Lei para a Assembleia Legislativa do Estado do Maranhão, bem como inclusão do impacto orçamentário de 2017;
Continua...
2 – AUXÍLIO ALIMENTAÇÃO: Alteração imediata do Decreto n. 30.737/2015, para que os servidores recebam o auxílio nas férias e licenças remuneradas, para que o valor seja reajustado e para estabelecer uma data-base de reajuste anual;

3 – TERCEIRIZADOS – Transparência em relação aos dados dos terceirizados da BR Construções e Serviços, com relação completa dos dados (de acordo com o requerimento constante no Proc. n. 119660/2016), cumprimento do acordo com o Ministério Público do Trabalho, Substituição dos terceirizados por concursados e não por indicações políticas de outros terceirizados;

4 – RECOMPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO DE 2015 – Posicionamento do governo Estadual de quando, neste ano, será cumprido o disposto no art. 37, X, da Constituição Federal.

Os servidores também concordaram de que não haverá nenhuma modificação em relação aos serviços de prova teórica e prova prática veicular. Ou seja, AS PROVAS TEÓRICAS E PRÁTICAS CONTINUARÃO SEM ALTERAÇÕES. Os demais serviços poderão paralisar totalmente.

O dia (22) foi escolhido como data do início da greve para que haja tempo suficiente de informar a população e para que o Governo possa tomar as providências exigidas pelos servidores. A Assembleia escolheu 7 servidores para compor a comissão de negociação.









Fonte: Sindet - MA
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário