domingo, 5 de junho de 2016

Homem mata mulher com golpe de faca em Pedreiras neste domingo


 Aindene Ferreira da Conceição de 31 anos foi assassinada com golpes de faca desferido pelo seu esposo, Antônio José Soares da Silva, de 57 Anos
Antônio José
No final da manhã deste domingo (05), uma mulher de 31 anos, identificada como Aindene Ferreira da Conceição, foi assassinada com golpes de faca desferidos pelo seu esposo, Antônio José Soares da Silva, de 57 Anos. O feminicídio aconteceu no Conjunto Porto Seguro, próximo ao Clube Chacal, bairro do Engenho, em  Pedreiras (MA).
Aidene da Conceição ao montar na moto sorteada
De acordo com informações, a vítima foi morta dentro de casa, quando o marido chegou, iniciou uma discursão com ela e, logo em seguida, deferiu os golpes de faca. Cristiane ainda tentou se esquivar do autor, que em determinado momento acabou desferindo um golpe contra a barriga da mulher.

A população chamou a polícia, a casa foi cercada pela PM do 19º Batalhão de Pedreiras e a Polícia Civil; cercado, o agressor tentou contra sua própria vida, no entanto, acabou dominado pela polícia que precisou invadir a casa. Com vários ferimentos pelo corpo, produzidos contra si mesmo, Antônio foi inicialmente encaminhado para o hospital para receber os primeiros socorros, depois de liberado para ser apresentado na DP de Pedreiras, onde se encontra preso a disposição da justiça.

O corpo foi levado para o necrotério do Hospital Geral de Pedreiras. O caso foi registrado como feminicídio e violência doméstica e familiar.
Continua...

Aindene Ferreira da Conceição ganhou a motocicleta Pop no sorteio realizado pela Prefeitura de Trizidela do Vale no evento de homenagem ao Dia das Mães deste ano.

“No dia do bingo ela estava muito feliz, disse que a chegada dessa moto era uma bênção na vida dela, pois ia facilitar bastante a vida dela, pois iria deixar os filhos dela na escola de moto”, disse uma testemunha.

Há versões que afirmam que o marido dela estava obrigando a mesma vender o veículo e repartir o dinheiro com ele. 

Testemunha relata o triste episódio que aconteceu hoje, em Pedreiras 


2 comentários:

  1. A moto já tinha vendido a muito tempo

    ResponderExcluir
  2. Até agora não vi ninguém da imprensa procurar a família. Há muitas coisas que não foram relatadas e é um disse me disse sem precisão tal grande. Procurem alguém pra se pronunciar.

    ResponderExcluir