sexta-feira, 3 de junho de 2016

Notinhas pitorescas da visita do Secretário de Estado da Saúde à Pedreiras


Ontem (02), Carlos Lula, secretário de Estado da Saúde do Maranhão, esteve em Pedreiras (MA), visitando alguns hospitais da cidade e a obra do futuro hospital de 50 leitos, localizado às margens da MA-381. Durante a visita, alguns episódios pitorescos foram registrados.

* O prefeito Totonho Chicote não estava presente, mas foi representado pelo secretário municipal de Administração, Patrício Oliveira. Durante a visita, Valdete Cruz, gestora da Regional de Saúde de Pedreiras, queixava-se ao secretário da precária condição da sede da regional. Segundo ela, o local caricia de tudo, principalmente de parceria com o município de Pedreiras.

“A Prefeitura fez um acordo verbal com o estado para ajudar a manter a regional, que está cheia de goteira, parede estiorada, precisando de uma limpeza, porque o mato estava tomando de conta”, reclamava.


Carlos Lula virou para Patrício Oliveira e cobrou.

“Meu secretário é muito importante a ajuda da Prefeitura, contamos sempre com a parceria entre o Estado e o município, ajude a manter essa regional!”

Patrício Oliveira respondeu.

“Na medida do possível a gente tem ajudado a regional.”



Valdete Cruz retrucou:

“A Prefeitura mandou uns garis fazer a capina na regional, mas foram embora sem juntar o mato.”

Patrício Oliveira ergueu os ombros e disparou.

“Valdete, vamos tratar de assuntos relevantes e importantes, porque esse é assunto pequeno para ser discutido com o Secretário de Estado da Saúde.”

Valdete emudeceu e aquele clima pesado instaurou-se no ar. Dr. Walber Cruz, irmão de Valdete, foi quem tomou as dores, insistindo na discussão: “Mas essas coisas pequenas também são importantes, se tem acordo para ajudar a manter a regional tem que fazer mesmo...”

* O deputado estadual Fábio Macêdo estava presente. Em verdade, o secretário Carlos Lula visitava Pedreiras a convite dele. Uma equipe de televisão entrevistava o secretário a cada parada da comitiva: na obra do hospital de 50 leitos; no Hospital Nossa Senhora das Graças; no Hospital Dr. Walber Cruz, etc. Ao lado do Carlos Lula estava Fábio Macêdo e o repórter televisivo não convidava o jovem deputado para uma entrevistazinha sequer. Já na parte final da visita, sem uma declaração para o canal de TV, Fábio Macêdo puxou o repórter do blog de lado e perguntou. “Essa TV pertence ao Raimundo Louro, não é?” “Sim”, respondeu o blog. “Eu sabia”, disse Fábio Macêdo, abrindo um sorriso. Era uma equipe da TV Rio Flores. 
Deputado Fábio Macêdo queria dá uma declaração, mas a TV é dos Louro
* Além da obra do hospital, a comitiva visitou o Hospital Nossa Senhora das Graças, conhecido como o Hospital do Raimundo Louro. O secretário Carlos Lula se deparou diante de uma estrutura antiga, porém, em pleno uso; repleto de gente hospitalizada e recebendo atendimento. Um campo de guerra frenético, mas funcionava. É o hospital do povo!
Hospital do Raimundo Louro
Logo em seguida, se dirigiram para o Hospital Dr. Walber Cruz, logo no hall de entrada do moderno e novo hospital particular de Pedreiras, Carlos Lula suspirou. “Rapaz, aqui é outro nível”, disse. O Blog estava atrás dele, ouvindo tudo.
Hospital Dr. Walber Cruz

4 comentários:

  1. Boa foi a pergunta que a tv dos louro fez pro sec saúde:" Por que o dep vinicius não veio?" . Taí que eu não sabia que o secretario assumiu tambem a agenda do dep piriquito ����

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JA DIZIA O DITADO: QUEM QUER VAI, QUEM NAO QUER MANDAR (NO CASO, MANDOU O IRMÃO)

      Excluir
  2. O blog viu a pergunta que dep fabio macedo fez sobre os aparelhos do hospital do raimundo louro que prestavam serviço? a gerencia do hospital disse que funcionava raio X ( alguem ja viu esse raio x?) e ultrason; deputado indagou sobre eletrocardiograma mas a direçao disse que não haveria "demanda" no municipio. Gloria Deus, os pedreirenses não tem risco de doenças do coração ( ou se tem morrem sem saber ja que a gestao toitoin-louro afirma não ter demanda). Olha a imparcialidade nobre blogueiro.

    ResponderExcluir
  3. Eu só queria que as autoridades ao visitarem os municípios ouvissem também,o Conselho de Saúde, valorizando os segmentos componentes na pessoa do Presidente (mesa diretora).
    Que seja levada a sugestão para as Penárias (nacional e estadual), Conferências e demais eventos da saúde.

    ResponderExcluir