sábado, 27 de agosto de 2016

Entenda o caso da suposta impugnação do candidato de oposição em Esperantinópolis.



Os últimos dois dias, o que se ouve nas rodas de conversa ou se observa nas redes sociais de Esperantinópolis é a informação que o candidato a prefeito da oposição teria sua candidatura impugnada pelo Ministério Público.

Diante da situação, o blog foi atrás de informações exatas sobre o caso e descobriu que o referido candidato está em situação classificada como: "existe débito para o eleitor" com a Justiça Eleitoral; ou seja, o candidato tem multa eleitoral e que a mesma foi parcelada, perante a Procuradoria da Fazenda Nacional em 60 vezes e, estando quite com a Justiça Eleitoral até a presente data.

Ocorre que a promotoria solicitou ao candidato que apresente os comprovantes de pagamento do referido parcelamento até a última parcela corrente e, somente caso esses comprovantes não sejam apresentados para que fiquem anexados ao processo do seu registro de candidatura, a impugnação da referida candidatura será pedida pelo Ministério Público, na pessoa do promotor Xilon de Souza Júnior. Caso os comprovantes sejam apresentados, será constatado que o candidato realmente está quite com a Justiça Eleitoral até a presente data e seu registro de candidatura será deferido com sucesso.




Com informações Blog do Carlos Barroso.

Um comentário:

  1. Cara é o seguinte: Nunca que será ipugnada essa candidatura, o Ministério Público está solicitando comprovantes a ele mas o advogado dele pode muito bem contestar e solicitar que o ministério da Fazenda emita um relatório mostrando a quantidade de parcelasque foram pagas. Algum mistério nosso aí ??? Não entendo porque uma tempestade num copo dágua.

    ResponderExcluir