quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Gisele Leal pede desculpas a Dr. Humberto


Gisele Leal 
Depois de cinco dias dos incidentes registrados na visita do governador Flávio Dino a Pedreiras (MA), ocorrida no último sábado, 3 ( reveja aqui ), a coordenadora do Simproesemma de Pedreiras, Gisele Leal, em nota com o nome da instituição que representa os professores de Pedreiras e região, finalmente emitiu uma nota, em que cometa as agressões sofridas pela categoria durante um protesto.

A nota, escrita a punho por Gisele, publicada no blog do Sandro Wagner, fala das lutas da categoria docente pelo cumprimento do piso salarial recomendado pelo MEC, um direito negado pelo governo do Estado. 


Sobre o episódio das agressões, a coordenadora do Simproesemma cita os nomes dos participantes do protesto. 



Gisele Leal confirma as agressões e disse que elas partiram de pessoas ligadas ao governador e ao candidato a prefeito de Pedreiras pelo partido do Solidariedade.


 A nota revela que o governador se omitiu diante das agressões. 

Ela afirma que até o momento, os professores não receberam nenhum pedido de desculpas da parte dos agressores e também nenhuma manifestação de apoio dos candidatos a prefeito de Pedreiras. 

Continua...


Sem citar nome, Gisele acusa um grupo político de tentar se beneficiar eleitoralmente das agressões contra os professores.


Na mesma nota em que afirma que os professores foram agredidos por pessoas ligadas ao candidato a prefeito Dr. Humberto e, que o mesmo nunca se manifestou sobre as agressões, a coordenadora do Simproesemma pede desculpas a ele.


Em outro momento, Gisele Leal revela que tem simpatia pela candidatura de Humberto, e, como se tentasse se justificar diante do candidato mais uma vez, buscar deixar claro que o movimento jamais objetivou prejudicar sua candidatura a prefeito de Pedreiras. 


Por fim, Gisele Leal assina a nota em nome do Simproesemma, a instituição que representa os professores da região de Pedreiras. Portanto, ela se desculpa em nome da categoria. 

Leia a nota na integra, clique aqui.

7 comentários:

  1. ESSES PROFESSORES SÃO UNS BANDOS DE BADERNEIROS E AINDA SE DIZ EDUCADORES,EDUCADORES SEM EDUCAÇÃO,PQ NÃO MARCARAM UMA HORA PARA FALAR COM O GOVERNADOR? PREFERIRAM IR PARA RUA FAZER BADERNA,BANDOS DE MAL EDUCADOS

    ResponderExcluir
  2. Pedindo desculpas pelo ato desse, é sinta de fraques desta militante do COMUNISTA. É SÓ O QUE FALTAVA. Farinha do mesmo saco, foi pouco

    ResponderExcluir
  3. Gisele é uma pessoa inteligente, mas não se deu conta de que estava sendo usada por grupos adversários pra tentar sujar o nome de Dr Humberto, Não teve agressão nenhuma contra os professores e se tivesse havido, claro que Dr Humberto não iria aceitar, quem o conhece sabe muito bem o ser humano incrível que ele é

    ResponderExcluir
  4. Esse professores estão chorando de barriga cheia, o Maranhão é o Estado que melhor paga a hora trabalhada da categoria no Brasil.

    ResponderExcluir
  5. Sindicato fraco e ainda por cima fica pedindo desculpas por um ato de agressão e desrespeito dos babões de Flavio Dino e do ja derrotado grupinho de Humbert

    ResponderExcluir
  6. Muito nojentos os q falam mau dos professores! Pq têm é tradicional mostrar faixas com relogios ou reinvindicações seu burro! Praque esconder q Flávio Dino n ta cumprido o dever. Muito fraco pedir desculpas professora. Deixa de ser troxa! Tinha era q ter registrado um BO! E sobre Dr.Humberto, não sabe nada de administração e nem vai ganhar!

    ResponderExcluir
  7. Carlinhos veja a popularidade de Flávio Dino professores interdintao BR em Grajaú sobre o aumento do piso nacional.

    ResponderExcluir