quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Porrada come solta na cidade de Esperantinópolis por conta das eleições municipais


Esperantinópolis, a ‘Cidade da Esperança’, está pegando fogo nesta reta final das eleições. Os ânimos estão acirradíssimos e qualquer discussão sobre o resultado do pleito, em rodas de conversa, corre o risco de descambar para pancadaria.

O blog foi informado sobre duas brigas envolvendo gente conhecidíssima da cidade por conta das eleições. Como de costume, não vamos citar os nomes dos envolvidos para evitar maiores constrangimentos aos mesmos, porém, o povo esperantinopense sabe de quem estamos falando.


Uma das brigas foi entre o dono de um famoso paredão e um comerciante conhecido. O comerciante, eleitor do 65, encheu a papada do proprietário do paredão de porrada. “Foi briga, meu fi”.

Em outro caso, um blogueiro simpatizante do 45, também muito conhecido, entrou na folia dos murros. Dessa vez, o povo do 45 que bateu. O blogueiro, que não tem histórico de violência e nem o costume de brigar, desceu das tamancas ao ser insultado e saiu distribuindo murros em eleitores do 65.

A porrada come solta em Esperantinópolis e, ambos os lados, comemoram vitória nas urnas e nas brigas de rua.

 “Carlinhos, em Esperantinópolis é a terra mais tranquila do mundo para se fazer política; aqui não tem assassinatos, aqui não tem brigas por isso; a gente se esculhamba nos comícios, nas carreatas, discute, mas depois tá todo mundo na mesma mesa, bebendo cerveja juntos, na maior amizade”, disse – me há poucos dias o professor Márcio Alencar.

Será mesmo? Salve, salve, Terra da Esperança. Quero é distância de lá, esses dias. 
Briga: 45 65 

Um comentário:

  1. Nunca vi tamanha besteira por causa de política. Política não, mais sim "Politicagem."

    ResponderExcluir