domingo, 23 de outubro de 2016

Comerciante natural de Lima Campos é preso acusado de participação em assaltos a bancos no Maranhão


 
Uma operação da Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – SEIC, prendeu em flagrante delito na cidade de Presidente Dutra (MA), Raimundo Belarmino da Silva, 44 anos, natural de Lima Campos (MA), por participação no assalto ao Banco do Brasil da cidade de Governador Eugênio Barros praticado no dia de ontem, sábado, dia 22 e decretada sua prisão com relação ao assalto ao Banco do Brasil da cidade de Gonçalves Dias, ocorrido no dia 22 de julho do corrente ano.

O limacampense Berlarmino é, atualmente, comerciante na cidade de Presidente Dutra e realizava o levantamento das rotas de fuga, dia de abastecimento dos bancos na região e a movimentação dos policiais para posteriormente repassar para a quadrilha realizar os assaltos.

Bando explode agência do Banco do Brasil em Gov. Eugênio Barros no MA
Em continua...


Do G1 MA
Parte da frente da agência ficou completamente destruída em Governador Eugênio Barros

A agência do Banco do Brasil do município de Governador Eugênio Barros, distante 377 km de São Luís, foi atacada por bandidos na madrugada deste sábado (22). Segundo informações de testemunhas, cerca de 12 bandidos encapuzados foram responsáveis pela ação. Eles estavam com armas de grosso calibre, como fuzis, escopetas e os explosivos utilizados na explosão de todos os caixas eletrônicos da agência.

Na fuga, o bando deixou para trás várias cédulas espalhadas pelo chão da própria agência e de ruas da cidade.

Não há informações de feridos nem de troca de tiros com policiais, pois a chegada dos militares se deu minutos depois de o grupo ter deixado à cidade.

O Maranhão passou praticamente todo o mês de setembro sem registros de crimes desta natureza. Isto depois de uma série de ataques nos meses anteriores. De acordo com o Sindicato dos Bancários do Maranhão (Seeb-MA), o número de arrombamento de agências bancárias este ano superou as 37 ocorrências. Se forem considerados também assaltos e saidinhas bancárias, o sindicato contabiliza praticamente 50 ocorrências este ano.


Um dos ataques mais violentos foi no dia 15 de fevereiro, na cidade de Colinas. Os bandidos fizeram reféns e um dos tiros disparados atingiu uma mulher, que morreu no local.

2 comentários:

  1. Caralho nessa crise muita gente boa está indo pro crime...não sei onde vamos parar se não melhorar essa crise..

    ResponderExcluir