segunda-feira, 21 de novembro de 2016

10 adolescentes promovem arrastão em balneário de Pedreiras


                                                                                                       Balneário da Caema - arquivo - 2014
No último domingo, 20, alguns frequentadores do movimentado Balneário da Caema, localizado na Boiada, em Pedreiras (MA), foram surpreendidos com a ação de menores em atos infracionais. Segundo informações da TV Atenas (Band - canal 13), cerca de 10 adolescentes promoveram um arrastão no local, tomando dos clientes, relógios, cordões, pulseiras e aparelhos celulares.

“Eu me afastei do meu grupo para atender uma ligação e um homem saiu de dentro do mato com uma faca; graças a Deus ele só queria o celular, eu entreguei o aparelho e sai correndo”, disse uma vítima.

Ainda no domingo, um homem deixou a motocicleta, uma Pop, estacionada e foi se divertir no balneário; no retorno encontrou o lugar mais limpo.

Os frequentadores da Caema reclamam da falta de segurança e pedem mais presença da polícia no local.

“O bando ataque principalmente na hora que estamos indo embora, quando chegamos no nosso carro; um monte de menores, todos armados, cerca as famílias e fazendo ameaças com facas e outras armas exigem tudo o que eles tem de valor. Aqui na Caema tá um perigo”, denunciou um cliente que já foi vítima de assaltos. 



_________________________________________

 Mantenha-se informado com as notícias da região
Clique no link: 

Os vídeos exclusivos do Blog do Carlinhos em primeira mão
Clique no link: 

3 comentários:

  1. Meus amigos, nos tempos atuais ate devemos agradecer os bandidos, eles são ate bonzinho ,pq se depender da segurança publica, nós estamos é lascado ,se estivesse segurança por perto eles sumia pq são todos pé de chinelos. Agora se estivesse um corrupto no locar, air sim chovia de policia para defende-los

    ResponderExcluir
  2. Os donos de bar daquela localidade deveriam pagar seguranças particulares. Mas não pensam na segurança de seus clientes, só no lucro q vão ter. Por isso deixei de frequentar. Tem locais mais seguros, apesar da violência q assola a cidade.

    ResponderExcluir