segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Mais Informações que repercutiram na blogosfera sobre a morte da sobrinha-neta de Sarney


 - Antes de morrer, Mariana Costa pode ter sido estuprada pelo cunhado, preso em Pedrinhas
Lucas Porto, acusado 
Uma nova informação pode complicar ainda mais a situação do principal suspeito da morte de Mariana Costa, sobrinha-neta do ex-presidente José Sarney, encontrada morta na tarde do ultimo domingo (13), com sinais de estrangulamento. Lucas Leite Ribeiro Porto foi preso nesta segunda-feira (14) e já encontra-se no Complexo Penitenciário de Pedrinhas em São Luís.
Lucas, acusado e Mariana costa, vítima 
A polícia chegou até ele depois que checar as imagens de câmeras de segurança instaladas no condomínio residencial no bairro Turu, em São Luís, onde morava Mariana. Ele foi visto duas vezes entrando e saindo do local.
Mais informações em Continua...


Vítima de estrangulamento, Mariana Costa, irmã da mulher de Lucas, pode ter sido estuprada pelo cunhado. Ela foi encontrada nua e com sinais de violência.

Informações dão conta que Lucas Porto tem um histórico agressivo, violento e faz uso de bebidas alcoólicas e drogas. Ele ainda não teria confessado a autoria mas todos os indícios apontam para ele. Além disso – e para piorar – Lucas Porto já havia sido preso em 2007 acusado de estelionato, porte ilegal de arma e falsa comunicação de crime.

Os laudos do Instituto Médico Legal que periciam as causas da morte e Mariana ainda não foram divulgados. Até o momento, ninguém da família se pronunciou oficialmente sobre o caso. (Blog do Minard).  


Assassino da sobrinha de Sarney tentou apagar provas do crime horas depois

O delegado geral da Polícia Civil, Lawrence Mello, afirmou que o acusado de assassinar Mariana Costa, sobrinha do ex-presidente da República, José Sarney, o empresário Lucas Porto, após cometer o crime tentou apagar as provas que o incriminavam.

“Ficou evidenciado que o Sr. Lucas tentou apagar diversas provas, tanto que as que colocariam ele no local do crime, como também evidências que poderiam existir após essa prática delituosa”, declarou Lawrence Mello.

O delegado-geral disse, ainda, que o empresário se desfez das roupas que usava no momento em que visitou o apartamento de Mariana Costa; ele apagou o rastreamento do aparelho celular, a localização, todo o itinerário que percorreu entre a manhã e a tarde.

Lucas Porto também se negou a fornecer as imagens das câmeras do prédio onde reside e o horário exato que chega ao local não quis fornecer a senha do sistema de câmeras, uma vez que ele é o síndico. E, ainda, negou para amigos que tinha voltado pela segunda vez no apartamento da vítima e apresenta várias versões para esse retorno ao condomínio.

De acordo com Lawrence Mello, todos esses fatos estão sendo investigados pela Superintendência de Homicídio e Proteção a Pessoa (SHPP), sob o comando do delegado Leonardo Diniz.

Entenda o caso

Mariana Menezes de Araújo Costa Pinto, de 33 anos, foi encontrada morta na noite desse domingo (14), em seu apartamento, no nono andar de um condomínio Garvey Park, no Turu, em São Luís.

A vítima tinha sinais de estrangulamento. O cunhado de Mariana, Lucas Leite Ribeiro Porto, é o principal suspeito de praticar o crime. Ele está detido no Centro de Triagem do Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A polícia investiga o que pode ter motivado o crime.

Mariana era casada e tinha duas filhas, ainda crianças. Após ter sido encontrada, Mariana chegou a ser socorrida e levada para um hospital particular, na noite desse domingo, mas não resistiu e teve morte confirmada na casa de saúde. O corpo deu entrada no IML por volta da meia-noite de segunda e foi liberado por volta das 4h.

A polícia teve acesso a imagens do circuito interno de videomonitoramento do condomínio da família e confirmou a presença do suspeito no local. (Blog do Kiel Martins).  

- Monstro: Acusado de matar Sobrinha-neta de Sarney ainda foi no hospital consolar a família da jovem

O principal acusado do assassinato da Sobrinha-Neta de Sarney, é um monstro. Lucas Leite logo após matar a jovem, foi até o hospital consolar a família da jovem.

Segundo informações, o suspeito do assassinato parecia bastante calmo e falou por diversas vezes que era uma injustiça o que fizeram com Mariana. “Não dá para acreditar, como pode isso acontecer” dizia Lucas.

De acordo com a policia Lucas, foi flagrado pelas câmeras de segurança de segurança do condomínio Garden Park, onde Mariana morava no Turu. Nas imagens ele aparece subindo as escadas duas vezes, evitando o elevador.

Em outra cena ele aparece agitado falando no telefone celular e também aparece levando as duas filha da vitima para a piscina do condomínio. Lucas é cunhado da vitima e era casado com uma irmã de Mariana.

 Após a prisão Lucas foi encaminhado para fazer o exame de corpo de delito no IML e em seguida foi levado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. (Blog do Kiel Martins).  

- Cunhado publicou foto nas redes sociais com Mariana, horas antes do assassinato

Horas antes do assassinato de Mariana Costa, o principal suspeito, empresário Lucas Porto, publicou uma foto no seu Instagram com a vítima, suas próprias filhas e as duas sobrinhas. Eles foram com familiares  a uma festa da Igreja Batista do  Olho D’Água.

Segundo depoimento de vizinhos, Lucas deixou Mariana e as filhas no prédio, mais tarde voltou ao apartamento da cunhada, passou cerca de 40 minutos no local e foi embora às pressas e cheio de escoriações. Mesmo o apartamento sendo no nono andar, ele evitou pegar o elevador.

Nervoso, fez algumas ligações e depois voltou ao local, quando a Polícia já tinha chegado ao prédio. Os policiais olharam as imagens da câmeras, perceberam a movimentação suspeita de Lucas e deram voz de prisão a ele. (Blog Marrapá). 

_________________________________________

 Mantenha-se informado com as notícias da região
Clique no link: 

Os vídeos exclusivos do Blog do Carlinhos em primeira mão
Clique no link: 

0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário