sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Vereadores que não se elegeram deixam de cumprir a obrigação e prejudicam a população

Ontem à tarde (29), estava previsto uma sessão extraordinária na Câmara Municipal de Bom Lugar (MA). Na pauta estava o projeto da Lei de Diretrizes Orçamentária (LDO) de 2017.

LEMBRANDO...

Depois das eleições municipais em outubro, a LDO esteve na pauta para ser apreciada e votada pelos atuais vereadores da Câmara Municipal de Bom Lugar; no entanto, as vossas excelências, estranhamente, não compareceram a sessões, em número suficiente, e o importante projeto orçamentário, não foi votado por falta de quórum.

Nesta semana, o presidente da Casa, vereador Arilson, fez um emocionante chamamento aos atuais colegas para comparecer e votar o orçamento na sessão de ontem; “não deixem que o município de Bom Lugar entre  2017 sem aprovar a Lei Orçamentária Anual”, fez o apelo.  



Vereador Arilson fez um apelo para o comparecimento dos colegas vereadores 

Mas... não teve jeito! Apenas quatro vereadores, preocupados com o povo, estiveram presentes: Renato da Vertente, Rony do Zéis, Valdo Jacó e o próprio presidente da Casa, o vereador Arilson.

Os vereadores Joca Miranda, Sanja, Pedro Miranda, Cândido, Damião Sem Medo, Sofia da Matinha... não mostraram a menor preocupação com o povo bonlugarense e viraram as costas para aprovação da LDO. Coincidentemente, entre os 8 vereadores que não compareceram a sessão que aprovaria a LDO-2017, apenas Pedro Miranda se reelegeu... Alguns nem candidatos foram.

A sessão que votaria e aprovaria a LDO não aconteceu por falta de quórum, e isso deixa uma indagação no ar: será que não foi uma vingança contra o povo de Bom Lugar?

- Deixo a pergunta no ar.

Em decorrência da não aprovação da LDO-2017, a nova prefeita, Luciene Costa, iniciará seu mandato, em 1º de janeiro, sem previsão orçamentária definida, correndo o risco de precisar usar a diretriz orçamentária de 2016; ou seja, impedindo que o município evolua de um ano para outro. No entanto, segundo fomos informados, a assessoria jurídica de Luciene Costa, vai entrará com uma ação na justiça para aprovar a LDO-2017. O povo de Bom Lugar está na torcida para que a Justiça realize o que alguns vereadores descompromissados deixaram de cumprir com suas funções. 

7 comentários:

  1. Os que se reelegeram também tiveram sua parcela de culpa, passaram o semestre todo sem irem fazer suas obrigações. O PL do Orçamento, está na Câmara Municipal desde o início do segundo semestre. Todos os atuais vereadores e vereadoras erraram feio.

    ResponderExcluir
  2. Se não reelegerao e porque não servem testado e reprovado

    ResponderExcluir
  3. Jairo rapaz paga de ser besta só tu q é o certinho tu larga de ser besta bicho besta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao sou besta! Besta e tu, que não tem coragem nem de se identificar. Otário.

      Excluir
  4. Estive conversando com um vereador e ele me falou q não foi passado nada pros mesmo lerem, querem q os caras assinem no escuro, eu também não assinaria, até pq será se vai c aplicado como é pra c?

    ResponderExcluir
  5. Para quem não conhece os trâmites legais do processo é complicado fazer comentários a cerca da posição de alguns vereadores.O PL do Orçamento é de iniciativa do poder executivo e tem as seguintes fases: Elaboração; Estudo e aprovação; Execução e por fim Avaliação. Tem os prazos como reza a Lei então esse projeto deveria ser colocado em apreciação para estudo/debate(de preferência em audiência pública com a participação também do prefeito) e possíveis alterações, cumprindo assim o rito formal constitucional pronto para a execução. votar sem o devido conhecimento de um projeto de iniciativa do executivo é complicado. A mesa diretora da Câmara errou tão quanto os vereadores faltosos. precisamos melhorar muito o poder legislativo.

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas