terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Roubo descarado no apagar das luzes em Vitorino Freire


No mês de dezembro os municípios receberam, do Ministério da Fazenda, vários recursos extras, incluindo a antecipação da diferença do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação), que só seria pago em abril de 2017 e o recurso da multa do Programa de Repatriação. O município de Vitorino Freire recebeu mais de R$ 1 milhão só da Repatriação, que não durou muito tempo na conta. Esse recurso caiu dia 30/12 e no mesmo dia, um dos últimos dias do mantado do ex-prefeito José Leandro Maciel, o dinheiro foi distribuído à diversas empresas, algumas suspeitas de ser 'fantasmas', através de seu gestor financeiro, o que deixou várias famílias vitorinenses sem salário no final do ano.  Foram transferidos das contas da prefeitura, quase R$ 5 milhões, nos últimos 3 meses de mandato, ou seja, após ele perder as eleições.

De acordo com extratos e comprovantes de transferências apresentados pela gestão atual do município, a empresa 'Líder Construções e Serviços' recebeu R$ 486.645,25 no apagar das luzes. Foram transferências (TEDs) feitas no dia 30/12/2016 e compensadas no dia 02/01/2017, primeiro dia útil do ano. A ‘W de J S Costa-ME’ foi mais uma a receber R$ 505.712,53, mais meio milhão de reais enviados neste mesmo dia. A nova gestão, liderada por Luanna, procurou o Banco do Brasil na manhã do dia 02/01/2017 e ordenou o estorno, mas não foi atendida, com a alegação de que o comando da operação havia sido feito ainda na gestão anterior. De acordo com o CNJP da empresa Líder, ela ficaria em Vitória do Mearim, mas, ao mandar inspecionar o local, só foi encontrada uma sala abandonada, com placa de “Aluga-se” (foto).
Aqui seria a sede da empresa Líder Construções e Serviços
que recebeu no dia 30.12.2016, R$ 486.645,25 
Continua...


Ainda em dezembro, foram feitas outras transferências de grande valor, como para a ‘J T Moreira’, que recebeu nos últimos meses R$ 260 mil, sendo mais de R$ 150 mil somente no dia 26/12/2016, transferido da conta do Fus (Fundo de Saúde) do município. A empresa ‘Arquiteto Com. e Serv.’ foi mais uma que recebeu mais de meio milhão dos cofres de Vitorino, sendo mais de R$ 688 mil transferidos das contas do Fundeb, do Fus e da conta de Tributos. Ainda em dezembro, a empresa ‘Albatroz Construções’ recebeu mais de R$ 770 mil do FPM (Fundo de Patriação dos Municípios) e Tributos. 

A ‘Ferro e Campos Ltda’, recebeu quase R$ 910 mil, sendo a maior parte no dia 30/12/2016, transferidos da conta do Fus. No dia 12/12/2016, o ex-prefeito José Leandro também realizou duas transferências da conta de Tributos da prefeitura para sua própria conta, totalizando R$ 18 mil, valor superior ao salário do prefeito e ao valor de 30 diárias. A prefeita Luanna encaminhou os documentos para o Ministério Público Estadual tomar as providências cabíveis e investigar os pagamentos feitos. Agora, é aguardar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário