quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Polícia Civil cumpre mandado de prisão de acusado de vários assaltos em Pedreiras e Trizidela do Vale

Aconteceu um alvoroço na Baixada de Trizidela do Vale momento da prisão de Sandro; alguns populares saíram em defesa do meliante e partiram para cima do delegado e dos investigadores da polícia civil que cumpriam o mandato de prisão

Sandro, acusado de praticar assaltos 
Na tarde desta terça-feira (14), por volta das 16 horas, a Polícia Civil de Trizidela do Vale, sob o comando do delegado Márcio Mendes, cumpriu mandado de prisão em desfavor de Sandro Sousa Santos, 20 anos. O mandado foi expedido pela 2ª Vara da Comarca de Pedreiras (MA); Sandro é acusado de cometer vários assaltos, a mão armada, em Pedreiras e Trizidela do Vale, incluindo roubos de motocicletas.

Há vários dias que as polícias civil e militar estavam no encalce de Sandro. Ele foi finalmente localizado ontem à tarde, em sua residência, na Rua São Joaquim, Baixada, em Trizidela do Vale.

Aconteceu um alvoroço no momento da prisão de Sandro; alguns populares saíram em defesa do meliante e partiram para cima do delgado Márcio Mendes e dos investigadores da polícia civil que cumpriam o mandato de prisão. Em decorrência, policiais realizaram disparos de arma de fogo para cima, no intuito de conter e dispersar os populares.

Sandro ainda aproveitou a confusão para tentar fugir, porém, não obteve êxito, foi preso pela equipe da delegacia de Trizidela do Vale. Os policiais constataram que Sandro tinha um ferimento de bala na perna. Segundo informações, ele revelou que se trata de um tiro levou na semana passada. Sandro tem vários inimigos e sofreu o disparo, provavelmente em algum confronto com criminosos. Ele foi levado ao hospital para fazer exame de corpo de delito e se submeter a uma cirurgia para retirar o projétil.
A polícia encontrou o preso ferido 

Na casa do acusado, a polícia encontrou várias joias com etiquetas. A suspeita é que são provenientes de assaltos. Márcio Mendes vai investigar a origem desses objetos. 
Márcio Mendes, delegado de Trizidela do Vale
R. F. 

8 comentários:

  1. Rapaz olhando aqui vi que o tiro acertou na "morte".

    ResponderExcluir
  2. Ainda existe pessoas pra defender um marginal desses..

    ResponderExcluir
  3. Por que não mataram ele lá mesmo? E de quebra quem o estava defendendo.

    ResponderExcluir
  4. Era pra polícia descer o casete era nos vagabundos todos que estavam defendendo esse marginal

    ResponderExcluir
  5. invez di atirar pracima atiava na cara desse cachorro

    ResponderExcluir
  6. Quem defende bandido e bandido tambem

    ResponderExcluir
  7. Levava presos a corja toda...

    ResponderExcluir
  8. Eles fizeram isso porque são todos do mesmo bando dele.

    ResponderExcluir