sábado, 4 de fevereiro de 2017

O presidente interino da Câmara Municipal de Bacabal, Irmão Leal (PMDB), descumpriu há pouco ordem do juiz Marcelo Moreira e deixou de empossar no cargo o vereador eleito Joãozinho do Algodãozinho (PMN). Ele era um dos dois vereadores que tiveram as posses invalidadas pela Justiça na semana passada – o outro era o Professor Maninho (PRB) – e deveria tomar posse ontem (03).

Irmão Leal, contudo, deu posse apenas a seu aliado do PRB, deixando o representante do PMN de fora. A manobra tem um objetivo claro: eleger presidente da Casa um aliado do prefeito Zé Vieira (PP). O progressista tem apenas 8 vereadores aliados – contra 9 do grupo do deputado Roberto Costa (PMDB). Por isso, sua base tenta vetar a posse de Algodãozinho, para que seja chamado o suplente Feitosa (PTN), eleitor de Zé Vieira.

Continua...


Só assim o prefeito conseguiria eleger um aliado como presidente. Por conta da nova jogada, os aliados de Roberto Costa decidiram deixar a sessão e recolheram-se a uma sala contígua ao plenário. E segue o imbróglio em Bacabal.

Do Blog do Gilberto Leda.

Um comentário:

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Hotel em Pedreiras


Motos Honda


Matricule-se no Faculdade W. F.



Excursão para Jericoacoara


Motel em Pedreiras


Contrate Banda Skema 5 de Pedreiras



Cacau Show em Pedreiras


Provedor de internet



+ Lidas