domingo, 11 de junho de 2017

De O Informante
A população de Barreirinhas acordou na manhã deste domingo (11) com a notícia de uma verdadeira tragédia envolvendo o tenente-coronel Miguel Gomes Neto, ex-comandante do 15º BPM de Bacabal, e sua esposa, a agente penitenciária Clodiany Carvalho Garcia, 37 anos (leia mais).

Em meio a uma situação de violência doméstica, com denúncia de cárcere privado, Gomes Neto descarregou uma pistola na mulher, atingindo-a com seis tiros (quatro na cabeça) dentro de uma viatura da PM, e em seguida se suicidou com um tiro na cabeça. Clodiany ainda foi levada para o Hospital Regional de Barreirinhas, mas já chegou sem vida.
O assassinato seguido de suicídio aconteceu na residência do militar, no Bairro Francelina, para onde a polícia foi chamada para uma situação de violência doméstica com cárcere privado.

Um dos PMs que participou da diligência – eram dois soldados – disse que a situação na casa era tensa e que eles chegaram a tomar o revólver do ex-comandante e levar a esposa para a viatura. O militar reformado, então, dirigiu-se até seu veículo, pegou uma segunda arma – uma pistola – e foi até a viatura, que fazia uma manobra para sair, pois estava sendo obstruída por um outro veículo.

Gomes Neto se aproximou da viatura com uma sacola, como se fosse entregá-la à mulher. No momento que ela baixou o vidro para pegar a sacola, ele efetuou os disparos, descarregando a pistola, para em seguida se matar com um tiro na cabeça. Os dois PMs nada puderam fazer, pois um estava ao volante, fazendo a manobra, e o outro orientando.

14 comentários:

  1. Triste isso. Meus sentimentos a família

    ResponderExcluir
  2. Um casal que aparentemente seria perfeito! Mas o inimigo nao brinca em serviço, e missão dele destruir famílias

    ResponderExcluir
  3. Muito triste muita falta do amor
    de Deus

    ResponderExcluir
  4. Conheço demais o casal nossa muito triste

    ResponderExcluir
  5. Triste
    O conhecia demais!
    Conhecido como Gomes Neto

    ResponderExcluir
  6. Nossa meu Deus que crueldade.

    ResponderExcluir
  7. misericórdia o bicho esta solto

    ResponderExcluir
  8. Esse mesmo coronel ai agrediu um soldado a tapas e impunhou uma arma em sua direcao sempre mostrou ser uma uma pessoa desequilibrada e veja i q deu

    ResponderExcluir
  9. É um nogento mizeravel, infelizmente morreu. Merecia ficar sofrendo pra pagar o que fez com ela.

    ResponderExcluir
  10. Isso é falta do amor de Deus, de acreditar que existe um Deus maior que nossos problemas.

    ResponderExcluir

Facebook

Publicidade:


,

+ Lidas