domingo, 2 de julho de 2017

O Ministério Público Federal (MPF) investiga a suspeita de desvios de recursos para reforma de escolas públicas no município de Bela Vista do Maranhão. As suspeita que o atual governo município, administrado pelo prefeito Urias Oliveira, está desviando dinheiro da educação.

A reportagem da TV Mirante apresentou fortes indícios de corrupção. O vídeo mostra a precariedade da escola do povoado Rezinga: paredes sujas, maçanetas quebradas, carteiras velhas e janela fechada com pedaços de pau; no papel, em 2016 foram gastos quase 100 mil na reforma completa da escola. A realidade apresentou uma escola em péssimo estado.

Outra escola também está em péssimas condições, mas foram gastos R$ 161 mil reais no ano passado em sua reforma. Veja no vídeo. O direto da escola admite que ela não foi reformada.

O município de Bela Vista do Maranhão tem 11 mil habitantes conta com 19 escolas; desde 2013, o Ministério Público Federal investiga contratos de reforma das escolas; mais de 3 milhões de reais do Fundeb, dinheiro do Governo Federal para educação, gastos com obras capengas ou que nunca foram feitas.

Segundo MPF, cinco empresas estão sendo investigadas por superfaturamento em licitações no município. Há suspeitas da criação de empresa de fachada para fraudar licitações; uma delas, a "Signandes Empreendimentos", faturou só em 2016 um milhão e noventa e um mil reais em reformas de escolas da cidade. Uma das sócias, identificada como Luciana Cantanhede, afirmou que não é dona da empresa citada.
Prefeito Urias Oliveira 


Há suspeita também de desvios de recursos da merenda escolar. O prefeito Urias Oliveira e a secretária de Educação Natália não foram encontrados para falar sobre o assunto. 

Confira o descaso no vídeo acima. 

0 comentários:

Postar um comentário

Quarta e quinta em Bernardo


Nesta sexta-feira, 28


Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Dia 29 em Esperantinópolis


Bruno e Marrone em Lago da Pedra


Publicidade:


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas