quarta-feira, 5 de julho de 2017
O ex-prefeito de Bernardo do Mearim foi condenado a devolver 12 mil reais a pedido do MP

A partir de ação de improbidade movida pelo Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA), a Justiça Federal condenou por ato de improbidade administrativa Izalmir Vieira da Silva, conhecido pelo apelido de “Pedro do Isaías”, ex-prefeito do município de Bernardo do Mearim (MA).

De acordo com a ação proposta pelo MPF/MA, o Município de Bernardo do Mearim, sob a gestão de Pedro do Isaías, em 2010, deixou de prestar contas no prazo legal sobre a aplicação de R$ 12.060,36 em recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), recebidos no âmbito do Programa Nacional de Apoio ao Transporte Escolar Fundamental (Pnate-Fundamental).

Segundo o juiz federal da 5ª Vara, “a omissão do dever de prestar contas, assim, é por si mesma danosa ao patrimônio público, que exige transparência nas contas públicas”, diz trecho da sentença. A conduta do ex-gestor configura-se ato de improbidade administrativa.

Penas – Assim, a Justiça Federal concedeu os pedidos formulados pelo MPF/MA, condenando Pedro do Isaías a ressarcir aos cofres do FNDE o valor de R$ 12.060,36 e pagar multa civil correspondente a três vezes o valor de sua última remuneração. Ele também teve seus direitos políticos suspensos pelo prazo de três anos e foi proibido de contratar com o poder público ou receber benefícios fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por meio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo mesmo período.

O número para consulta processual na Seção Judiciária do Estado do Maranhão (JF/MA) é 0010864-02.2014.4.01.3700.


(MPF/MA)

12 comentários:

  1. só 12 mil??? isso é troco pro Pedro e o pai dele . a justiça tá de brincadeira

    ResponderExcluir
  2. 12 mil não e nada pra ele...

    ResponderExcluir
  3. Nego Vei, se for só pagar, conte comigo, que estou pronto pra ajudar vc.

    ResponderExcluir
  4. Todo politico rouba pensa q não ele foi descoberto é os outros fica por isso mesmo kkk

    ResponderExcluir
  5. Só ele que foi condenado e o resto

    ResponderExcluir
  6. Isso daí é mixaria pra meu colega pedro do seu Isaías.

    ResponderExcluir
  7. Odor grande eu acho MT dificio ele dar este dinheiro de volta

    ResponderExcluir
  8. Eraldo Sousa Silva ·6 de julho de 2017 09:51

    Acho que investiga direito não é só ele que desviou mais todos eles basta olhar nas placas das obras aí o valor do orçamento para a construção das mesmas e depois olha para as mesmas e vê se com o valor das obras daria pra fazer mais isso se chama se obras superfaturadas ou seja a sobra do dinheiro se tornar conta própria olha no portal da transparência que lá vai te dizer quanto recebeu cada prefeitura porque nossa cidade muda de prefeito mais a cidade não muda passo um ano sem ir em Bernardo é quando vou nada tem acrescentado na cidade

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por isso que essa laia de ladrão tão na política não tem ninguém pra investigar BRASIL país dos políticos ladrões e dos eleitores burros

      Excluir
  9. Isso não se passa de um jogo político, quando está perto de eleições acontece isso, ai vem um candidato a deputado e paga a conta. Em troca um apoio. Mas 12 mil é muito pouco p tantos erros q aconteceu e acontece nas gestões dessas prefeituras do interior.

    ResponderExcluir
  10. Tantas coisas mais cerias a serem envernizadas,isso aí não é nada! O povo só pq está próximo a eleição fica fiscalizando e denunciando,duvido denunciarem motorista que anda dirigindo ônibus da escola bêbado!!!duvido denuciarem as empresas fantasma que recebem lixo da prefeitura😬eitaliano povo cego.

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Festival de Sanfona do Lucindo


Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Matricule-se no Faculdade W. F.



+ Lidas