segunda-feira, 4 de setembro de 2017

Decreto que proíbe paredões gera polêmica e pode causar desemprego



Os proprietários e os fabricantes de paredões de som automotivo contabilizam prejuízos e desempregos, após decreto municipal, que proíbe a utilização de paredões em Caxias.

Vídeo Sinal Verde - Caxias 

8 comentários:

  1. Só servem pra incomodar. ... não atrai ninguém que tenha boas intenções na vida.

    ResponderExcluir
  2. amelhor coisa qui ja fizeram e muita perturbação homem ater qui fim AMÉM

    ResponderExcluir
  3. tomara qui os vereadores de pedreira qui nu faz nada ater poderia criar alei de proibição de paredão pq meu irmão e uma zuada e som ruir pq ele ele não tem comtrole e td bebado drogado perturbação e grande vio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O meu tem controle, é dá stettsom, é bom pega com 100 metros de distância!

      Excluir
  4. nam isso num Podi acabar não é a renda gente que ainda tem aqui em esperantinoplis o comunista daqui num da emprego so da pro Uchôa

    ResponderExcluir
  5. A resolução 624/2016 determina que os motoristas que estiverem com som alto, que possa ser ouvido do lado de fora do carro, sejam autuados pela a Polícia de trânsito para mantê a ordem e o sucessego público,em pedreiras tá de mas isso eu tenho uma criança recém nascido e moro perto de uma pessoa que arrumar esses som qdo ligar esse som tiro a criança da minha própria casa por que ninguém aguenta mas faço aqui um apelo a Polícia Militar para fazer valer essa lei em pedreiras.

    ResponderExcluir
  6. Essa lei já funciona em lago da pedra

    ResponderExcluir
  7. Só não a melhor porque não tocaram fogo nos paredões !!!

    ResponderExcluir