segunda-feira, 9 de outubro de 2017

Governo exonera 103 diretores de hospitais do Estado

O secretário de estado da saúde, Carlos Lula, fez uma “limpa geral” na pasta e atingiu cargos em nossa região. Foram exonerados Otacílio Tavares do cargo de gestor do Hospital Geral de Peritoró; Fadilane Fernandes, diretora do Hospital de Lago dos Rodrigues; e Luciana, diretora do Hemonúcleo de Pedreiras. 


“Todos os diretores foram exonerados do Estado e contratados pela EMSERH; ou seja, só mudou de empresa ninguém foi desligado do cargo, apenas foram todos transferido para a EMSERH, mas ninguém perdeu o cargo”, garante Otacílio Tavares. 

Na última segunda-feira (25), ele assinou portaria conjunta com o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e exonerou 103 comissionados de cargos de direção em unidades hospitalares geridas pelo Governo do Estado.
Secretário Lula e Governador Flávio Dino 
Saíram 101 diretores, um chefe de instituto e um assessor especial. Segundo Carlos Lula, todos serão absorvidos pelas empresas que administram as unidades hospitalares. Ou seja: deixam de ser funcionários do Estado, e passam a ser terceirizados. Além disso, a SES contratará auditores para fiscalizar o trabalho dos diretores nesses hospitais.
Continua...




Fonte: Entrelinhas.

7 comentários:

  1. limpeza nos ninhos eleitorais com vistas a 2018

    ResponderExcluir
  2. olha ai vcs que puchava o saco do governador

    ResponderExcluir
  3. o governador passando a tesoura, bem feito

    ResponderExcluir
  4. O povo de comentários sem noção, leiam a matéria direito, antes de fazerem seus comentários, apenas do título da matéria induzir a uma interpretação errônea. Houve apenas a mudança de empresas, deixaram de ser gestor/ diretor de uma e foram para a outra.

    ResponderExcluir
  5. Os comentários só reiteram a quantidade de analfabetos funcionais q tem nesse pais. Não são capazes de compreender um texto desse tamanho e ficam falando besteira. Que Tristeza!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. RESPOSTA: Nesse ponto não tem nada de "analfabetos funcionais". Vamos aguardar pra ver se essa turma toda, mais de 100 serão de fato absorvida pela empresa EMSERH. Olha, tenho as minhas dúvidas. O certo, é que foram exonerados do cargos e até a contratação que inclui a assinatura de contratos, não são mais servidores dos respectivos hospitais. Se estiverem dando ordem lá sem o devido contrato assinado, é improbidade.

      Excluir
  6. Tu em Carlinhos? Esse Terceirizados são assim mesmo. Tu conhece a lei da terceirização? E tu também não tem que dá opinião,a imprensa é impar um. Nem tu entendeu o que leu. Tu deve ser daquela turma lá, kkkkkk .Vai ter ter que engolir o Dino. Publica esse comentário puxa saco .

    ResponderExcluir