quinta-feira, 5 de outubro de 2017
As Eleições do COREN-MA, vencidas pela Chapa Dois, foram marcadas por suspeitas de fraude, com impedimento ao voto e revolta dos profissionais de Enfermagem
 
Centenas de Profissionais de Enfermagem foram impedidos de votar nas Eleições do dia 1 de outubro (domingo), realizadas pelo Conselho Federal de Enfermagem, quando seis chapas estavam concorrendo.

Para ter acesso ao voto, o profissional deveria acessar o portal www.votaenfermagem.org.br colocar seu CPF ou número do COREN e solicitar a senha. Esta era enviada para o e-mail ou SMS que consta no cadastro do profissional junto ao Conselho, mas o número do telefone também poderia ser mudado no momento da solicitação da senha, o que pode ter aberto brechas para ilegalidades ocorridas no processo e identificados por uma grande parte dos votantes.
Continua...

As irregularidades começaram a ser identificadas quando ao receberem suas senhas e entrarem no sistema para votar, esses profissionais foram surpreendidos com a mensagem "E04 O ELEITOR JÁ POSSUI VOTO REGISTRADO", (veja na imagem) ou seja, outra pessoa já havia votado por eles, deixando a lisura do processo totalmente questionável.

Um rastro do crime eleitoral pode ajudar as autoridades a identificar quem realizou a votação irregular.  Coincidentemente o mesmo numero do IP de computador foi registrado em todos os comprovantes da votação nos comprovantes.

Profissionais que estavam de plantão em São Luís, Imperatriz, Barra do Corda, Grajaú e outros municípios, comprovaram várias fraudes no processo e acusações gravíssimas e que, inevitavelmente, deve resultar na anulação de todo o processo eleitoral do COREN Maranhão.

Todas as irregularidades foram encaminhadas a Polícia Federal e ao Ministério Publico Federal que irão investigar o caso, visto que os profissionais de enfermagem que tiveram os votos fraudados foram suficientes para alterar o resultado das eleições, tornando, inclusive, a chapa eleita, sem nenhuma representatividade democrática perante a categoria.

Outra denúncia encaminhada a justiça responsabiliza a Comissão Eleitoral. "Totalmente inerte e inoperante durante todo o processo eleitoral, onde eram comunicados os fatos ocorridos mas não tomava nenhuma providência” argumenta os enfermeiros. As Chapas concorrentes também entraram com uma ação anulatória das Eleições na Justiça Federal.


Do Blog do Holden Arruda

4 comentários:

  1. Isso é típico do brasileiro,tudo q vai fazer tem fraude ai reclama dos políticos corruptos,vai entender

    ResponderExcluir
  2. Nossa até no coren tem ladrão

    ResponderExcluir
  3. Estão falando em anular as eleições só porque a chapa capitaneada pelo governo do estado não ganhou às eleições, fato veridico!

    ResponderExcluir
  4. Estão falando em anular as eleições só porque a chapa capitaneada pelo governo do estado não ganhou às eleições, fato veridico!

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Hotel em Pedreiras


Motos Honda


Matricule-se no Faculdade W. F.



Excursão para Jericoacoara


Motel em Pedreiras


Contrate Banda Skema 5 de Pedreiras



Cacau Show em Pedreiras


Provedor de internet



+ Lidas