terça-feira, 31 de outubro de 2017

Polícia suspeita que o bando que assaltou ônibus da Sideral é mesmo que assaltou posto de combustível e arrombou o Banco do Brasil e a Casa Lotérica de Poção de Pedras



Nesta terça-feira (31), o delegado titular de Poção de Pedras, Dr. Périkles Lima, conversou sobre o assalto ao ônibus da empresa Sideral, com o repórter Ribinha (da FM Cidade).

No Programa Tribuna 101, o repórter falou sobre a conversa que manteve com delegado.

- O delegado titular de Poção de Pedras, Dr. Péricles, falou a reportagem sobre assalto ao ônibus da empresa Sideral, ocorrido no dia 26.10. Após o assalto, começaram as investigações; a Polícia Civil foi juntando as peças do quebra-cabeça. O que chamou atenção dos policiais foi a maneira como os criminosos adentraram ao ônibus; eles estavam utilizando camisas para cobrir os rostos. Chegaram à seguinte conclusão:  "Se usaram camisas para esconder os rostos, é porque temiam ser reconhecidos, em decorrência, são todos moradores da cidade de Poção de Pedras", concluíram. 

Dr. Perikles Lima, informou que a polícia identificou todos os quartos envolvidos no assalto ao ônibus da Sideral. Todos são moradores da cidade de Poção de Pedras.

Em menos de 24 após o assalto, policiais chegaram ao primeiro indivíduo, Francisco Pinto de Mesquita Silva. Com ele foram localizados  as armas usadas no assalto e alguns pertences tomados dos passageiros.
Francisco, preso 24 após o assalto
Na noite do último sábado, 28, foi preso o elemento conhecido como "Júnior Bocão", considerado o líder do bando. Com ele, foram encontrados alguns materiais que a polícia suspeita que foram utilizados para arrombamento da Casa Lotérica e do Banco do Brasil, ambos de Poção de Pedras. Em depoimento, porém, Junior Bocão negou a participação nessas ações criminosas.
 
Júnior Bocão, líder do bando criminoso sediado na cidade de Poção de Pedras
No entanto, a polícia encontrou roupas que o bando utilizou para assaltar um posto de combustível na cidade de Poção de Pedras; com mais essa prova, a polícia acredita que o bando realizou diversas ações naquela cidade nos últimos meses. 

O que também chamou atenção do delegado, no depoimento de Júnior Bocão, é que o alvo do assalto, era uma senhora que viajaria naquele ônibus, de Esperantinópolis até Pedreiras, transportando com ela, a importância de R$ 4.000,00 (quatro mil reais). "Eles tinham essa informação e foi por esse motivo que eles abordaram o ônibus em Poção de Pedras", contou o delegado. 

Ocorre que a mulher não estava no ônibus, mas para não 'perder a viagem', decidiram assaltar os outros passageiros. “Mas o nosso alvo era essa mulher de Esperantinópolis que tava com esse dinheiro e ia pra Pedreiras”, confirmou em depoimento Júnior Bocão.

O delegado lembrou a reportagem de Ribinha, que Junior Bocão é um velho conhecido da polícia. Saiu do presidio de Pedreiras há 6 meses e tem várias passagens pela polícia.

A Polícia Civil, com apoio da PM, continua procurando os outros dois envolvidos no assalto da Sideral. 

Mais 





2 comentários:

  1. Cabra desse bom de ir quebra cocô babaçu e fazer Calvão . agora vai ver o sol nascer quadrado .

    ResponderExcluir
  2. Parabéns ao Sargento Brasil e a guarnição que mas uma vez conseguiram tirar mais um elemento perigoso do meio da população!👏👏👏

    ResponderExcluir