domingo, 29 de outubro de 2017

Prefeita Luciene de Bom Lugar cobra ações do deputado Rubens Júnior

Rubens Pereira Jr. - conquistou grandes votações em três eleições em Bom Lugar 
O município de Bom Lugar tem sido esquecido pelo Governo do Estado, que ao negar apoio à prefeitura local, penaliza gravemente o povo. Diante da severa crise, a prefeita Luciene Costa (PV), não está nada satisfeita com o desempenho do deputado federal Rubens Pereira Júnior; Luciene cobra ações do parlamentar em favor da população bonlugarense, que deu expressiva votação ao político em suas duas eleições de deputado estadual e na de deputado federal.

Bom Lugar é um dos redutos de Rubens Júnior, mas ao que parece, o parlamentar ignorar a boa resposta do eleitorado local às suas três candidaturas.

Rubens Júnior tem como aliado, o ex-prefeito Marcos Miranda, adversário político de Luciene Costa. Em decorrência, observadores da política local apontam que esse seria o motivo para o deputado não ajudar o município de Bom Lugar com emendas parlamentar. “Além de não ajudar, tem gente aqui, em Bom Lugar, que acredita que ele se empenha dia e noite para impedir que o governo do estado faça benfeitorias no município nas áreas de saúde, educação, infraestrutura e outros setores, com graves prejuízos à população”, disse o vereador Reginaldo Farias.

 
Ao lado do ex-prefeito Marcos Miranda: Rubens Jr. é ligado a oposição de Bom Lugar 
“Por ser ligado ao grupo político que faz oposição à atual administração municipal de Bom Lugar, Rubens Júnior deixa de beneficiar os cerca de 18 mil habitantes de Bom Lugar, que acabam sendo vítimas da  perseguição”, observou o vereador Rony.

Por outro lado, Luciene Costa lança proposta para o deputado federal trabalhar em prol do município de Bom Lugar.

“Apesar de sermos adversários no campo político, devemos pensar na população, viabilizar melhorias em diversas áreas do município. Convido o deputado Rubens para enviar projetos e ações em favor deste povo que sempre votou nele, sempre acreditou em seu trabalho já por três eleições, mas até o momento não teve resposta nenhuma de seus votos. Faça algo para o povo de Bom Lugar, deputado Rubens Júnior, que a prefeitura está pronta para executar e com certeza reconheceremos o seu trabalho”, clama a prefeita.
 
Luciene Costa, prefeita de Bom Lugar
- Único benefício do governo do estado em favor do povo de Bom Lugar
Continua...

De acordo com a prefeita Luciene Costa, o único benefício do governo Flávio Dino a Bom Lugar, até o momento, foi o envio de uma Carreta da Mulher, nesta semana, para realização de atendimento à saúde, enfrentamento à violência doméstica e outras ações em favor do sexo feminino, ainda assim, de forma restrita. “A carreta deveria ter ficado dois dias na cidade, mas no primeiro dia foi logo embora”, lamenta Luciene.

Ambulância

Ainda de acordo com a prefeita, o governo jamais entregou a ambulância destinada pelo Governo Federal a Bom Lugar, como fez com outros municípios. O veículo foi enviado ao governo desde fevereiro deste ano, mas, até hoje, não foi liberado, apesar da extrema necessidade enfrentada pelos pacientes locais. “Muitas vezes, usei o carro da minha própria família para transportar doentes. Jamais permitirei que uma pessoa morra por falta de transporte ao hospital”, afirmou, acrescentando que a única ambulância que serve à rede municipal de saúde de Bom Lugar está sucateada.

Luciene Costa revelou que quase todas as semanas a prefeitura tem gastos com manutenção do veículo, dinheiro que, caso fosse economizado ao longo de um ano, daria para comprar uma ambulância nova, semelhante à que o governo está negando à cidade.

Escolas Dignas
  
Prefeitura Luciene Costa diz que espera por ambulância e Escolas Dignas prometidas pelo governo para Bom Lugar. 

A educação de Bom Lugar também sofre com a falta de apoio do Palácio dos Leões. O município foi contemplado por Flávio Dino com duas Escolas Dignas, mas nenhuma das duas saiu do papel, até agora. A prefeita conta que ao consultar o governo sobre o início das obras, recebe sempre a informação de que ambas estão sendo licitadas, sem que seja dada qualquer definição sobre a data em que as unidades de ensino começarão a ser construídas.

Luciene Costa acrescenta que a única escola estadual de Bom Lugar está estado precário e oferece risco a estudantes e professores. Ela diz que chegou a avaliar a possibilidade de fechar a escola, para evitar uma tragédia, mas, por falta de opção, acabou custeando a reforma do prédio para permitir o início das aulas.

Pesquisa

Pesquisa de intenções de votos realizada em Bom Lugar apontou desaprovação de 87% ao governo Flávio Dino. Se não é o mais alto índice de rejeição ao comunista, está perto disso. O resultado nada mais é do que consequência da falta de auxílio ao município, pela ação de Rubens Júnior e aliados do deputado que vem travando obras, serviços e outras ações por clara e injustificável motivação política.

Bom Lugar tem como fontes de receitas apenas o Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e o repasse da parcela do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), feito pelo governo estadual. Não bastasse a escassez de recursos, o município ainda amargou o corte da verba do Fundo de Valorização e Manutenção da Educação Básica (Fundeb), medida adotada pelo Governo Federal.

Diante de um quadro tão dramático, chama atenção a falta de sensibilidade e a ingratidão de Rubens Júnior com um povo que aderiu aos seus projetos políticos na esperança de que teriam uma voz em defesa dos seus interesses e necessidades.

Com informações de Daniel Matos. 

2 comentários:

  1. E o recurso q vem a prefeita ainda não gasta pra pagar o povo o dinheiro da atenção básica já está nos cofres do município a mais de 15 dias e até hoje a não pagou.
    Até agora só pagou os ACS os médicos enfermeiros e dentistas até agora nada o a prefeita só tem olhos pra ACS.

    ResponderExcluir
  2. Os votos que ele tirou em Bom Lugar, o custo foi elevado. Lembrando que seu compromisso e com o Marcos não com o povo.

    ResponderExcluir