segunda-feira, 2 de outubro de 2017
No dia (29), foi realizado no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Poção de Pedras a cerimônia de formatura dos concludentes do curso de Educação Básica e de Qualificação Profissional do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (ProJovem Campo - Saberes da Terra).

Compuseram a mesa a secretária de Educação Ângela Maria Brito Galvão; o reverendo pastor Raimundo Damasceno (Assembleia de Deus); secretário de Agricultura Matias; coordenadora Maria de Lourdes; presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, Francinaldo Monteiro; conselheiro tutelar Otávio; professor Antônio Luís; coordenadora do programa, Francisca Eva; formadora dos professores do programa, Maria de Fátima; representantes dos alunos, Maria Rejane; e a diretora Leudimar.
Continua...

Fez-se uma retrospectiva emocionante dos obstáculos superados ao longo da formação. O momento foi marcado por reflexões e sentimento de vitória.

Os alunos receberam qualificação no Ensino Fundamental e também uma qualificação agrária, como bem frisou a secretária Ângela. Segundo disse, o prefeito Júnior Cascaria está de parabéns por ter sido o primeiro gestor a aderir o município ao programa e investir nesta qualificação agrária. Da mesma forma, ela vê com bons olhos as ações do governador Flávio Dino em prol da Agricultura Familiar no Maranhão.

O programa – O Programa ProJovem Campo - Saberes da Terra tem como objetivo implementar o programa de jovens na idade entre 18 e 29 anos que sabem ler e escrever, e que não concluíram o ensino fundamental na idade certa, com ações de elevação da sua escolaridade.

O programa também assegura a formação continuada para profissionais envolvidos, como também estabelece normas para transferência de recursos financeiros para os municípios, como também uma bolsa de estudos para os alunos.

Poção de Pedras aderiu ao programa no início de 2014, pactuando 25 metas, e no ano de 2015, deu-se início a formação pedagógica com corpo docente, considerando a área de conhecimento estabelecida pelo programa. Logo após a formação, deu-se início as aulas para os 25 alunos da região da mata, com sede no Povoado Barro Vermelho, sob coordenação de Francisca Eva e da diretora Leudimar. Os primeiros professores foram: Ismar Leite, Antônio Nunes Chaves, Antônio Luís e Cleonice Rodrigues, tendo como formadora a professora Maria de Fátima Lima. No decorrer do curso, foram inseridos os professores Ed. Carlos, Jucélio Carrilho e Iraildes, concluindo suas missões em fevereiro de 2017. Após o evento, foi concedido um almoço aos participantes no sítio do Matias.
































Do Blog do Fernando Melo

3 comentários:

  1. ôh Rogelson q come kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Enquanto isso a educação está um caos,Alunos com 2 horas de aulas diariamente(quando tem,professores fraudando concursos em outra cidades(Provando que não tem competência),gente recebendo sem trabalhar,professores com 6 turnos,enfim,um verdadeiro caos.Secretária,fui sua companheira de sala,seu que és competente.Faça com que a educação ande,nossas inocentes crianças estão pagando um preço alto.O pov daqui,em sua maioria nem mesmo tem competência de fazer um concurso, pois a educação como está não ajuda

    ResponderExcluir
  3. Disse tudo!!.Minha filha estuda num colégio que geralmente falta professor,sempre

    ResponderExcluir

Facebook

Visualizações deste blog desde março de 2012

Em Pedreiras e Trizidela do Vale


,

Hotel em Pedreiras


Motos Honda


Matricule-se no Faculdade W. F.



Excursão para Jericoacoara


Motel em Pedreiras


Contrate Banda Skema 5 de Pedreiras



Cacau Show em Pedreiras


Provedor de internet



+ Lidas