terça-feira, 28 de novembro de 2017

Aluisinho do Posto, prefeito de Esperantinópolis, contesta números do IBGE

Aluisinho do Posto,
prefeito de Esperantinópolis
A prefeitura de Esperantinópolis (MA) entrou com recurso na Justiça Federal contestando a projeção de número de habitantes do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) que apontou que o município “encolheu” em comparação com a estatística anterior. O número atual constou que o município tem 16.665 mil habitantes. O prefeito Alusinho do Posto afirma que Esperantinópolis tem, no mínimo, mais de 18.452 habitantes. A diferença gerou diminuição expressiva de receitas em comparação com 2016.

Sobre o assunto, no último final de semana, o blog do Carlinhos conversou com o prefeito de Esperantinópolis. Confira o que disse Aluisinho do Posto.

- Cálculo errado

“O IBGE está trabalhando em forma de previsão; no ano de 2000, estávamos com 21.700 habitantes; já em 2010 foi feito o Censo e a população reduziu para 18.452 habitantes. Em dez anos houve uma regressão de 3 mil habitantes. O censos do IBGE são feitos a cada 10 anos, mas de 5 e 5 anos, o Instituto faz um diagnóstico para atualizar os dados, por conta da diminuição de 21 mil para 18 mil habitantes nos censos anteriores, o IBGE fez uma previsão para baixo em nossa população e diminuiu o número de habitantes  de Esperantinópolis de 18 mil para 16 mil. O cálculo foi errado;  em algumas cidade foi feito o censo, mas em Esperantinópolis foi feito essa previsão de dados para baixo.”
Cidade de Esperantinópolis - MA
Os números oficiais do município apontam que houve aumento populacional

“O município ingressou na Justiça contestando esses dados. Em nossa contestação, também junto ao IBGE, apresentamos que todos os números aumentaram de 2010 para cá, em Esperantinópolis. Houve aumento nas ligações da CEMAR, CAEMA, matrículas nas escolas e o número de natalidade foram bem maiores que o número de óbitos no município; o número de eleitores que fizeram a biometria saltou para quase 13 mil eleitores. Esses números são oficiais e incontestáveis. Então, eles apontam que houve foi um aumento e não uma redução.”

O problema gerado com a diminuição indevida do índice populacional


“O ajuste de dados nessa pré-contagem não foi realizado em 2015, mas em 2016 segundo informações do IBGE, eles comunicaram o município, o governo anterior, que a partir de 2017 Esperantinópolis cairia de 1.2 para 1.0; na época, o município não contestou; se tivesse contestado os dados junto ao IBGE, através de ações de contestações, apresentando como provas o aumento de número de matrículas, ligações elétricas, ligações de água, aumento do número de eleitores, etc... o município não teria perdido esse número expressivo de habitantes; e a previsão de diminuição ficaria suspensa até o novo censo, em 2020; e o índice ficaria em 1.2. Como isso não foi feito à época, as perdas de recursos federais para Esperantinópolis já são grandes, podem chegar a 5 milhões de reais somente em 2017. São, no mínimo, mais de 4 milhões em perdas de receitas. O certo é que temos mais de 18 mil habitantes, porém, é uma vergonha que o IBGE nos coloque com pouco mais de 16 mil habitantes.”

Perda de povoados para municípios vizinhos

“Se formos observar somente o número de matrículas e eleitorado, segundo os cálculos que são feitos para contar o contingente populacional de qualquer região, Esperantinópolis tem bem mais de 18 mil habitantes. Para piorar, em um estudo de levantamento de território recente, foi constatado que o povoado Serraria hoje está para o município de Lago da Pedra e a comunidade do São José do Jequeri está para Poção de Pedras.

Justiça

“E hoje para Esperantinópolis voltar ao índice de 1.2, teremos que apresentar mais de 360 habitantes; não é muito, mas como o IBGE não quer aceitar esses números que já citei, entramos na Justiça Federal e também entramos com processo no TCU. Estamos aguardando o resultado favorável para o nosso município.”

A diferença entre 1.2 e 1.0

“A diferença nesses números refletem numa diferença violenta. Basta qualquer pessoa entrar nos sites da FAMEM ou da CNM e comparar o município que recebe 1.2 com um município que recebe 1.0. Vamos fechar o ano com 5 milhões a menos. É um absurdo!

O chororô é válido e com razão

“Costumo ouvir pessoas dizendo: ‘o prefeito Aluizinho está chorando...’ mas eu choro mesmo! A situação dessa não tem como não chorar; é uma realidade dura e difícil! Já pensou se esses recursos caíssem nas contas da Prefeitura, o que poderíamos fazer de bom para os moradores de Esperantinópolis? Hospitais, estradas, pagamentos, investimentos... Hoje, os prefeitos estão chorando com a crise nacional e nós, de Esperantinópolis, estamos  chorando com a crise nacional e com essa diminuição violenta nos recursos por conta da diminuição indevida da nossa população. Com esse recurso a mais, seria bem tranquilo atravessar esse período de crise, por que nós não estamos devendo muita coisa; os servidores concursados estão em dia, não estão devendo muita coisa para nossos contratados e fizemos um bom direcionamento com o pouco que recebemos”.

Vamos recuperar o índice

“Estamos lutando para voltar ao índice normal; a Justiça Federal vai nos dar credibilidade em relação a essa questão, do contrário, só será corrigido 2021 com o Censo que será realizado em 2020; o município vai ficar em situação complicada nesses anos até lá. Mas a Justiça vai corrigir essas distorções e vamos recuperar a normalidade do índice de Esperantinópolis; infelizmente, o dinheiro que já foi perdido, não se recupera mais; o que passou, passou, vamos vencer mais uma vez e olha pra frente.”

Esperantinópolis tem uma população acima de 20 mil habitantes
mas para o IBGE é 16 mil ...

28 comentários:

  1. Irresponsabilidade do fokite que não contestou os dados, só quem perde é a população, mais de 2 milhões a menos em um ano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. negativo foi esse gaspar ai que deixou o povo ir embora

      Excluir
  2. O IBGE TÁ CERTO O POVO FORAM TUDO PRO MATO GROSSO MILHARES DE CASAS À VENDA EM VÁRIOS BAIRROS DA NOSSA CIDADE INCLUSIVE NO CENTRO.

    ResponderExcluir
  3. Parabéns ao prefeito que mesmo com essas duas quedas, tanto a que todo município tem sofrido como essa do índice de 1.2 para 1.0 tem feito um trabalho exemplar com salários em dias e trabalho pra população

    ResponderExcluir
  4. Dr raimundinho não entrou com recurso junto ao ibge , por isso aconteceu esse desastre

    ResponderExcluir
  5. Mesmo com recurso diminuído tá fazendo mais que os ex prefeitos

    ResponderExcluir
  6. E notório apesar das dificuldades o que o prefeito Aluisinho vem fazendo em esperantinopolis, homem sábio e corajoso! Parabéns prefeito!

    ResponderExcluir
  7. Aluisinho apesar das dificuldades vem mostrando um grande trabalho na máquina pública! Estou com você! Pra frente, pra cima, pra vitória!

    ResponderExcluir
  8. infelizmente, prefeito, o nosso jovens estão indo embora pra mato grosso atás de oportunidades, o senhor precisa criar açoes para gerar emprego em nossa cidade. Fica a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sabe o que diz, esse êxodo rural pra grandes centro é algo histórico, sempre aconteceu é sempre acontecerá , infelizmente, agora querer colocar política nisso é idiotice no mínimo

      Excluir
  9. Prefeito Aluizinho só está preocupado porque o desvio de dinheiro vai ser menos no bolso dele

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O teu ex prefeito nem com isso estava preocupado meu caro!! Mas quando começar a prestar conta vamos mostrar se ele foi tão certinho como você diz!! Pare de criticar quem está realmente trabalhando para o povo.

      Excluir
  10. O que esse prefeito esta fase do e notavio veja a familia dele os melhores emprego o povo se lascando

    ResponderExcluir
  11. Parabéns ao prefeito Aluisinho, que apesar de todas essas dificuldades não deixa de trabalhar para o povo, esse final de semana foi marcante para os povoados palmeiral e jiguiri, NUNCA se vi um prefeito depois de eleito passar o dia todo em um povoado dando atenção ao povo e fez varias coisas que beneficiou o povo que mais precisa, esta de parabens. Continue assim Aluisinho, você ta trabalhando para os mais necessitados e não para os ricos! Você tem meu apoio e de toda minha família que te apoia e lhe admira meu amigo!

    ResponderExcluir
  12. Olha prefeito aluisim, quero aki parabenisar pelas coisas que vem fazendo. Voce em apenas 11 mes esta reformando aquele hospital que a tempos nao e coloca nem um cimento la e voce esta fazendo mesmo com essas dificuldades. Parabens e estou com voce sempre, pq voce esta tralhando para o povao mesmo isso sim. Isso sim prefeito que pensa no povo.

    ResponderExcluir
  13. Apesar de não ter votado nesse prefeito, mas eu sou realista e estou vendo que você está realmente trabalho para o povo, parabéns e espero que continue assim. Mesmo sendo amigo do Dr. Raimundinho, o que é verdade precisamos dizer, você está fazendo o que o Dr não conseguiu fazer em 4 anos infelizmente. Só espero que você continue assim, trabalhando para o povo de Esperantinópolis que realmente precisa.

    ResponderExcluir
  14. Quando nao sabe adimistrar fica so culpando o governo passado ea falta de competencia deste prefeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo com a queda do índice já fez mais coisas que o Outro em 4 anos, isso não é saber governar? Me compre um bode que largou essa teta que tava mamando

      Excluir
    2. Deixa de ser cego babão do foquite. Essa situação de perda de receitas foi tudo culpa do gestor anterior que nunca teve compromisso com a população em não ter contestado os dados do IBGE. Ele só tinha tempo era só pra farriar.

      Excluir
  15. Aqui em esperantinopolis .65% dos jovens foram embora daqui ....por causa dessas maus administração ...o que tem de jovens fora daqui é brincadeira...uma vergonha pra nós principalmente pra o poder público daqui...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc é um péssimo observador! Esse êxodo de jovens para outros estados já vem acontecendo à muitos anos. Vc querer culpar administração atual por isso, no mínimo é uma dor de Curvelo grande meu caro.

      Excluir
  16. Pedreiras a cada censo tambem diminui.povo tudo indo embora

    ResponderExcluir
  17. Adulterar números de um órgão como o IBGE é crime ou vcs acham que isso não é ilegal foquite na prisão junto com cunha

    ResponderExcluir
  18. Adultera e falsificar documentos e crime cadeia no Dr Raimundinho

    ResponderExcluir
  19. Adulteração e falsificação de documentos e crime sim cadeia nos culpados

    ResponderExcluir
  20. Esquece o dr. Raimundinho se nao tem capacidade de governar mas nao culpa dodo o outro

    ResponderExcluir
  21. PRAZO PARA CONTESTAR: 18/09/2017

    A estimativa populacional divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em agosto mostra que a população brasileira passou de 206.114.067 para 207.660.929 de habitantes. Porém, a estimativa pode impactar nos coeficientes do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e quantos e quais Municípios terão mudanças em 2018.

    Após contestação e solicitação da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), os gestores que queiram contestar os dados divulgados pelo IBGE têm até o dia 18 de setembro para encaminhar as fundamentações documentais referentes aos registros populacionais, ao escritório estadual do IBGE.

    ResponderExcluir
  22. Ja esta com11 meses de governo deste prefeito dos agiotas ea ter agoro o que tem feito na cidade e pintar os predios publico e desafio que mlstre alguma obra nova

    ResponderExcluir