sábado, 25 de novembro de 2017

Fotos da obra do Mix Mateus de Pedreiras registradas neste sábado


Confira como está a construção
 
Por volta do meio dia e meia deste sábado (25), o titular do blog do Carlinhos visitou a grande obra do Mix Mateus na cidade de Pedreiras (MA). A construção empolgante chama atenção e caminha a passos rápidos para sua total conclusão, conforme pode ser visto nas fotos registradas durante a visita. O local virou atração turística, principalmente no final da tarde.

O prefeito Antônio França, visitou a obra em companhia do deputado estadual Fábio Macêdo, no dia 21 de setembro; o blog acompanhou a visita. Na ocasião, o prefeito estimou que o Mix Mateus de Pedreiras seria inaugurado no final de dezembro deste ano. Hoje, restando apenas cerca de um mês, apesar dos avanços, a cobertura ainda está sendo feita e falta muita coisa...
Vídeo registrado no dia 25.11.2017

No entanto, a empresa é forte e tem recursos para chegar neste prazo estabelecido (embora, acho difícil). O certo é que em pouco tempo, Pedreiras ganhará um Mix. Segundo informações, a loja de Pedreiras tem o potencial para ser uma das maiores da rede.

As atenções se voltam para o Mix Mateus também pela questão de empregos que a loja vai gerar em Pedreiras. Em conversa com um representante do Grupo Teixeira (parceiro da instalação do Mix Mateus em Pedreiras), ele contou ao blog que diariamente pessoas têm deixado currículos no local. “O Mateus ainda não está recebendo currículo, porque a obra não foi concluída; mas respeitosamente, a gente tem guardado esses currículos e depois vamos entregar aos responsáveis do Mateus por esse setor”, informou.

Antônio França e Fábio Macêdo visitaram a obra no dia 22 de setembro, foram recebidos por representantes do Grupo Teixeira de Pedreiras. O obra já está completamente mudada em pouco tempo.

Veja mais fotos da obra em continua...

Fotos registradas no dia 25.11.2017















______________________

Fotos da Visita do prefeito Antônio França e do deputado estadual Fábio Macêdo na obra, no dia 22 de setembro de 2017









10 comentários:

  1. Empresa privada... se fosse público era de mandato à mandato

    ResponderExcluir
  2. O que me causa indignação é ver um ribeirinho impedido de reformar sua casa pela secretaria de meio ambiente sob a alegação de degradação do meio ambiente, enquanto essa obra está desmatando uma grande área, alterando a geografia cortando morros e aterrando o córrego paralelo a estrada sem nenhum investimento compensatório em reflorestamento e/ou preservação e também sem nenhuma intervenção do poder público quanto a preservação ambiental.
    Mas quando vier os invernos rigorosos e a água começar a inundar casas e a avenida irão perceber as dimensões do estrago, pois quem conhece o local sabe que a rede de esgoto colocada sob o aterro não será capaz de suportar o escoamento das águas, dai a entrada da cidade vai ficar alagada igual às ruas do centro depois que instruíram os igarapés que cortam a cidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deixa de ser nojento, nojento um Ribeirinho reforma casa na beira do rio sendo que na beira de rio não pode construir e se construir sabe o que vai ser alagado, SE ESTÁ COM INVEJA É SÓ FALAR.

      Excluir
    2. tem gente que e sem noção sabe que as margens de rios não se pode fazer nenhuma construção de alvenaria (tijolos, concreto etc...). Que e proibido por lei, ai quer comparar uma coisa com outra, e não vejo nada de mais no local que esta sendo construído essa obra pois a cidade tem que crescer e ela tem que se expandir e para esses locais. Não vai ficar só nesse cubículo apertado.

      Excluir
  3. O ministério público precisa fazer algo, mas ainda náo foi provocado..

    ResponderExcluir
  4. Os velhacos de Pedreiras já devem estar fazendo fila kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Tomara que seja barato as mercadorias

    ResponderExcluir