sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

"Eles tentaram encobrir o furto de cerca de 600 cabeças de gado", explicou o delegado Geral de Barra do Corda

O delegado regional de Barra do Corda, Renilton Ferreira,  em entrevista coletiva agora à noite,  deu detalhes da investigação que levou ao pedido de prisão de Manuel Mariano Júnior, o Junior do Nenzin, e a prisão de duas pessoas, acusadas de envolvimento no assassinato do ex-prefeito de Barra do Corda,  Nenzim. Para o delegado, a motivação foi o receio de Nenzim descobrir o furto de 600 cabeças de gado de uma de suas fazendas. Assista a entrevista no vídeo.


2 comentários:

  1. pq a Polícia no ficou de olho no Júnior o tempo todo ? ó investigadores fracos

    ResponderExcluir