sábado, 2 de dezembro de 2017

Foi realizado Casamento Comunitário em Pedreiras de 201 casais nesta sexta-feira

Às 17h30 desta sexta-feira, 1º de dezembro, 201 casais da comarca de Pedreiras oficializarão a união perante a Justiça, por meio do projeto Casamentos Comunitários da Corregedoria Geral da Justiça (CGJ-MA). A cerimônia, presidida pela juíza Larissa Tupinambá, acontece no Castelo de Leicam, Centro da cidade, com as presenças da corregedora-geral, desembargadora Anildes Cruz, do desembargador Jorge Rachid, representando o presidente Cleones Cunha, e do desembargador Marcelino Chaves Everton.

Os juízes Marco Adriano Fonseca, Artur Gustavo do Nascimento, Ana Gabriela Ewerton, da comarca de Pedreiras; Cristóvão Barros, de Lago da Pedra; Mirella Cézar Freitas, de Itapecuru-Mirim, e Helen Maia, de Presidente Dutra, também participarão da cerimônia. Cada magistrado vai formalizar a união da mesma quantidade de casais, que serão organizados pelos colaboradores do evento.
 
Todos os atos do casamento são gratuitos. O Cartório do 2º Ofício de Pedreiras atuou como parceiro na inscrição e formalização dos processos de habilitação dos nubentes. Servidores da Justiça, funcionários do cartório, do Município, e recuperandos da Associação de Proteção e Assistência aos Condenados de Pedreiras (APAC) trabalham, voluntariamente, na organização do casamento.
Continua...

A juíza Larissa Tupinambá informou que a realização do casamento é fruto da união de esforços do Poder Judiciário e instituições parceiras, que se doaram para a reforma de um prédio antigo inspirado em modelo de um “castelo medieval”, para dar um tom diferenciado à cerimônia. “É uma festa de cidadania e, para muitos casais, o momento de regularizar a união estável, por isso pensamos uma solenidade para ficar na história desse projeto tão reconhecido pela sociedade maranhense, mobilizando toda a comarca na realização desse casamento”, informou a juíza.
CERIMÔNIA – Quatro casais especiais serão os primeiros a dizer “sim” perante os juízes; os outros 197 casarão em seguida, ao som de cantores locais. Haverá um momento para os noivos, com uma Dança de Casais no salão principal do castelo, e por fim o sorteio de 80 brindes doados por parceiros do evento.

PROJETO – Instituído em 1998, pela Corregedoria Geral de Justiça do Maranhão, na gestão do desembargador Jorge Rachid, o “Casamentos Comunitários” é um projeto de cidadania, inclusão e justiça social que já uniu mais de 110 mil casais, dos quais 10 mil na atual gestão da desembargadora Anildes Chaves Cruz, corregedora-geral. Em 2013, na gestão do desembargador Cleones Cunha, o projeto foi reformulado pelo Provimento nº 10/2013, que autorizou a abertura, pelos cartórios, de um livro específico para registro de atos necessários à realização dos “Casamentos Comunitários”.








































































Fonte: TJMA


10 comentários:

  1. Tudo muito lindo,falo do casamento,mas uma pergunta que não quer calar: O castelo estava em ruinas, energia cortada, agua, a dívida grande, de onde saiu tanto dinheiro para a reforma desse prédio? o poder público pode fazer reformas em prédio de particulares? não me levem a mal, mas esses mutirões poderiam acontecer nos postos de saúdes que estão caindo aos pedaços, ou foi a proprietária que pagou a reforma?

    ResponderExcluir
  2. Não desmerecendo o evento, mas eu gostaria d ver o município reformar as ESCOLAS, com essa rapidez pq estão uma tristeza. Nossas CRIANÇAS merecem.

    ResponderExcluir
  3. Realmente seria bom q tantas pessoas empenhadas socorresse as nossas escolas, estar uma situação insuportável.

    ResponderExcluir
  4. As familias merecem um evento como esse mais dai reformar um predio wm twmpo hábil e as nossas escolas caindo aos pedacos é no mínimo um tapa na cara da sociedade,e se tratando do prefeito do povo pior ainda.

    ResponderExcluir
  5. Meu filho so estuda na escola do municipio pq nao posso pagar, mas o descaso ta grande.Se tava ruim agora piorou foi muito

    ResponderExcluir
  6. nao foi uma reforma so uma maquiagem

    ResponderExcluir
  7. nao foi uma reforma so uma maquiagem

    ResponderExcluir
  8. Tudo muito lindo organização fez um belo trabalho que dar parabéns a todos da equipe em nome coordenadora Julianna Safira que um belo trabalho

    ResponderExcluir
  9. Vi algumas críticas com relação a o local, que era abandonado, fedido a morcego etc... Porém eu parabenizo toda organização foi uma excelente escolha, reviver um dos poucos patrimônios históricos que nos resta quero dizer que fiquei imensamente feliz ao passar e ver o castelo em movimento e vendo as fotos fico muito mais feliz agora.
    Parabéns a todos que fizeram essas excelentíssimo trabalho, espero que mais atividades seja desenvolvidas no castelo e que um dia possa ser tombado patrimônio público.

    ResponderExcluir
  10. Falta muitas fotos gostaria que colocassem mais fotos de outros noivos que casaram nesse dia

    ResponderExcluir