quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Liberado: Campo de Perizes está totalmente duplicado


Último trecho do Campo de Perizes, que ainda era de mão dupla, foi entregue duplicado e liberado na manhã de ontem, faltando apenas o trecho do viaduto em Bacabeira; área detinha grande número de acidentes de trânsito
Campo de Perizes,  na BR-135,  já está  duplicado
Campo de Perizes na BR 135 já está liberado 
Foi liberado, na manhã de ontem, mais um trecho duplicado na BR -135, que vai da ponte sobre o Estreito dos Mosquitos, na Estiva, até o início de Periz de Baixo, em Bacabeira. Com isso, todo o Campo de Perizes está totalmente duplicado, o que deve reduzir o número de acidentes na área, considerada uma das mais perigosas na saída de São Luís, com grande número de mortes durante ultrapassagens.

A duplicação beneficiará em média 25 mil motoristas, que trafegam diariamente pela via. Uma obra aguardada há décadas por todos que precisam passar diariamente pelo local. Com a liberação, a preocupação diminui consideravelmente, pois com a duplicação da via condutores não precisarão se preocupar com ultrapassagens de risco, o que diminuirá a quantidade de acidentes e mortes na rodovia.

A liberação do trecho ocorreu em um momento considerado ideal, pois este mês, com as festas de fim de ano e as férias, grande quantidade de pessoas aproveitam para sair e entrar na capital, prevendo diminuir os riscos existentes há muitos anos na via, principalmente em um dos trechos considerado como “trecho da morte”, localizado no Campo de Perizes, que todos os anos, principalmente nesta época, registra números alarmantes de acidentes de trânsito.

Sobre a obra em continua...

A obra de duplicação da BR-135 faz parte do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC), do Governo Federal, com investimento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), de R$ 484.735.728,44, com aditivos e reajustamentos.

As obras, que foram iniciadas em 2012, já duram cerca de cinco anos, e deveriam ter sido concluídas em 2014. No ano de 2015, foram paralisadas por indisponibilidade de orçamento financeiro do Governo Federal, o que impediu a continuidade da duplicação e as demais pequenas obras que seriam realizadas.

Retomada em 2016, a primeira liberação de trecho duplicado ocorreu em julho de 2017, tendo na primeira etapa o trecho entre a Estiva (Km 25) e Bacabeira (Km 51,3), totalizando 26, 3 km.

Nessa etapa, foi liberado aos usuários um trecho de pouco mais de 7,5 quilômetros, que vai do Km-35,5 ao Km-43, conhecido como Campo de Perizes, que já faz parte de Bacabeira. Este mês, foi liberada mais uma etapa da obra, faltando apenas o trecho do viaduto em Bacabeira.

3 comentários:

  1. Que bom
    Vamos ver se assim os acidentes vão diminuir nesta estrada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é apenas os acidentes, mas a diminuição do tráfego e a facilidade de deslocamento. Devemos esperar cm será a manutenção. Esperamos, e esperaremos muito msm que seja uma obra bem cuidada. 🙏🏻👏🏻👏🏻👏🏻

      Excluir
  2. O dinheiro que veio, foi aplicado no total pelo gov. Flávio Dino! Sem desvios como em governos anteriores! Por isso fora concluída.

    ResponderExcluir