quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Polícia Civil divulga informações sobre a prisão do homem que matou uma mulher em Pedreiras


No final da noite de ontem (17), a Polícia Civil de Pedreiras divulgou o relatório sobre a prisão de Leandro Caio, acusado de assassinar uma mulher em Pedreiras, na manhã do dia 16. O acusado assumiu a autoria do crime e falou do motivo que o levou a cometer o assassinato.

Leia as informações 

A Polícia Civil do Estado do Maranhão, através da 14ª Delegacia Regional de Pedreiras/MA, deu cumprimento na data de ontem, 17/01/18, ao mandado de prisão preventiva exarado em desfavor de LEANDRO CAIO LIMA DASMASCENO em razão do homicídio praticado contra MARIA DE JESUS, conhecida como MARIAZINHA, no dia 16/01/18, que gerou grande comoção social em toda a região de Pedreiras/MA.

Desde a consumação do crime a Polícia Civil trabalha na colheita de elementos informativos para subsidiar o inquérito policial e, no dia 18/01/18, ofereceu representação pela prisão preventiva de LEANDRO CAIO LIMA DAMASCENO. O suspeito estava sendo monitorado pelas equipes da Polícia Civil e na tarde do dia 18/01/18 o mesmo resolveu se entregar.

O acusado foi interrogado e confessou a prática criminosa. Alegou que a infração foi motivada por uma discussão com a vítima dias antes do fato criminoso, por conta do suspeito ter separado uma briga entre dois adolescentes que ocorrera dias antes.

Vale ressaltar que até o presente momento a Polícia Civil não possui qualquer elemento que indique que se trata de crime de FEMINICÍDIO, uma vez que o fato criminoso não foi motivado por qualquer razão da condição de sexo feminino da vítima, ou seja, não foi praticado no contexto de violência doméstica e familiar, nem por conta de menosprezo ou discriminação à condição de mulher.

Tudo indica que a situação versa sobre FEMICÍDIO , ou seja, homicídio praticado contra mulher.

Impende registrar que o suspeito não deverá ficar impune, haja vista que poderá ser indiciado por homicídio qualificado pelo motivo torpe, motivo fútil e com emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima, nos moldes do art. 121, § 2º, incisos I, II e IV, do Código Penal Brasileiro além da crime de furto, previsto no art. 155 do Código Penal, uma vez que o suspeito ainda subtraiu a motocicleta da vítima para poder fugir do distrito de culpa.

Coordenaram as operações os Delegados de Polícia Civil DR. DIEGO MACIEL FERREIRA, LUCAS DE CARVALHO SMITH E JÂNIO JOSÉ ARAGÃO.

Por fim, a Polícia Civil solicita a toda população que informe acerca da localização da motocicleta da vítima. A identidade do informante será resguardada.

7 comentários:

  1. Não é a primeira vez que ele faz isso vão ao São Benedito bairro onde ele mora perguntem aos moradores o que ele fez com o sobrinho do vereador jossival ,tentou assassinar o rapaz e quase mata só não matou pelas graças de Deus ,hoje o rapaz vive com problemas seríssimos de saúde onde esse individuo deferiu arias facadas no rapaz sem motivo algum.Senhores policiais vão ao São Benedito e colham informações sobre isso também ele é muito perigoso e se passa por doido e diz que tem atestado de loucura.mas anda bonzinho na rua.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É só não mecher com que ta queto..O rapaz q ele feriu nao ee santo viu q vevia drogado batendo no pai e na mãe... E só não mecher no q ta queto😘

      Excluir
    2. E só não mecher no q ta queto...O rapaz q ele feriu não era santo tbm não..Um drogado q batia na mãe e no pai

      Excluir
  2. Não é a primeira vez é não será a última, considerando as leis, a omissão e a passividade da sociedade, que pensa de forma diferente do entendimento das referidas leis.

    ResponderExcluir
  3. Se os bandidos mata e nao acontesse nada, ta na hora de mudar o jogo , ao inves de morrer pessoas de bem, matem

    ResponderExcluir
  4. Cadeia nesse safado!!!

    ResponderExcluir
  5. É só junta a galera e quando acontecer isso resolver sem chama a polícia pq não adianta nada!

    ResponderExcluir