segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Homem desfere facada no próprio cunhado que esfaqueou sua esposa em Capinzal do Norte

Atualizada às 15h00

Uma briga em família no povoado Santa Cruz, zona rural de Capinzal do Norte (MA), terminou com duas pessoas esfaqueadas. A PM conduziu os três envolvidos na confusão para a delegacia de Pedreiras.
 Ivanessa Lima e Dedê e Júlio
De acordo com informações da polícia, no domingo à tarde (25), por volta das 16h, Francisco Cearense, vulgo "Dedê", estava ingerindo bebida alcoólica com alguns familiares na casa de sua sogra. 

Bastante alcoolizado, Dedê se zangou quando soube que a bebida acabou. Irritado, ele chegou a dá um pontapé na porta da casa. Sua concunhado, que também estava bebendo, enquanto o marido dela trabalhava em Coroatá, foi tomar satisfação com Dedê. Ele ficou ainda mais alterado e a ameaçou. 


"Você quer ser furada", disse sacando um canivete. 



"Eu só quero ser furado pelo meu marido", respondeu. 



Dedê não gostou da resposta e passou o canivete duas vezes no braço direito de sua concunhado. O marido da mesma, conhecido como Júlio, chegou do trabalho e soube o que seu cunhado fez a sua esposa. 



Ele ficou revoltado, se armou com facão, e entrou em luta corporal com o cunhado. Dedê foi ferido na mão. 



A Polícia Militar foi acionada, esteve no povoado Santa Cruz, ouviu todas as versões e acabou conduzindo os três, Ivanessa, Dedê e Júlio para a 14ª Delegacia Regional de Pedreiras.  Os três passaram à noite na delegacia e hoje foram ouvidos pelo delegado regional, Dr. Lucas Smith. 


Dr. Lucas Smith ouviu e liberou os dois cunhados.

“Os dois indivíduos foram conduzidos para essa delegacia pela guarnição de Capinzal do Norte; indivíduos esse que teriam entrado em uma luta corporal entre eles e nesta ocasião, um foi lesionado; no exame de corpo delito relata que as lesões feitas pelas partes não eram lesões graves, eram lesões leves, e segundo o dispositivo legal, nesse tipo de caso, só vai à frente se for do interesse das partes. E as partes decidiram, numa conversa comigo, por não representar. Segundo eles, foi só uma situação de ingestão de bebida alcoólica de forma excessiva e eles foram liberados para retornar aos seus afazeres”, explicou o delegado regional.
Delegado conduz os cunhados brigões para serem ouvidos 
Mais fotos em continua...





Reportagem de Ricardo Farias/TV Rio Flores-canal 7 de Pedreiras 


9 comentários:

  1. Ai vão vir os retardados desarmamentistas do bolsa preguiça querer o porte ilegal das facas kkkkk

    ResponderExcluir
  2. Sim vc fala bolsa preguiça porque nunca passou fome tem muitas pessoas que nao merece mais tem muitas que merece. A pior coisa e o filho pedir comer e nao ter.nao e toda pessoa que vai beber com o dinheiro do bolsa familia.INDIOTA

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só bebe que pode e só tem filho quem pode sustentar, não tem essa de coitadinho, liso é pra viver na taca até aprender a trabalhar e não só ficar dependendo do BOLSA PREGUIÇA.

      Excluir
  3. Melhor ser INDIOTA do que ANALFABETO. Bolsa preguiça é uma referência aos preguiçosos que votam em bandido, não aos necessitados.

    ResponderExcluir
  4. RAPAZ A MULHER SÓ ACEITA SER FURADA PELO MARIDO. EITA LASQUEIRA

    ResponderExcluir
  5. Mais ele era cunhado do homem ou da mulher o reponter ruim eser ei

    ResponderExcluir
  6. cachaça........da coragem....fica bonito....rico e valente, hoje tao curando a ressaca na delegacia, kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. Essa vanessa mais esse Júlio eita povo pra se meter em confusão

    ResponderExcluir
  8. Kkkkkk o abestado vai trabalhar e a princesa passa o dia bebendo mais os outros e depois ele fica revoltado com o desfecho de bebados kkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir