terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Quase uma Maria da Penha em Trizidela do Vale...


Filha desesperada pede ajuda a polícia... A mãe está sendo agredida pelo companheiro.... Na delegacia, a vítima se nega a representar o suposto agressor 

Noite de segunda-feira (26), uma jovem procurou a polícia militar de Trizidela do Vale (MA). Muito nervosa, ela contou que sua mãe estava sendo espancada pelo companheiro. Rapidamente, o 19ª BPM enviou uma viatura ao local, conduziu o acusado e o apresentou na 14ª Delegacia Regional de Pedreiras.


A vítima foi chamada na delegacia para prestar depoimento; com marcas de agressões visíveis pelo corpo, a senhora surpreendeu os policiais ao se negar prestar queixa contra o companheiro.

O suposto caso de agressão aconteceu na Rua Santo Antônio, bem próximo ao Pelotão da Polícia Militar de Trizidela do Vale. A ocorrência será avaliada pelo delegado Dr. Márcio Mendes, responsável pelo DP trizidelense.

O crime estaria tipificado na Lei Maria da Penha (violência doméstica), porém, provavelmente, não dará em nada; o acusado já deve está em liberdade, em decorrência da vítima recusar representá-lo.

“Infelizmente, enquanto elas não quiseram registrar queixas, esse tipo de situação não vai parar, não”, lamentou o apresentador do programa Tribuna 101, da FM Cidade, Klayrton Sousa.

14 comentários:

  1. Ôh, PM, se teve testemunha e a mulher apareceu cheia de hematomas, vocês estão esperando ela aparecer morta pra poder prender o cara?

    ResponderExcluir
  2. Questão de gosto não se discuti se a mulher gosta de apanhar deixa ela😕

    ResponderExcluir
  3. Essa merese mais taca

    ResponderExcluir
  4. É Porque foi pouca quando se grande ela mesmo Vai lá procurar a polícia

    ResponderExcluir
  5. De próxima vez deixar ele matar ela

    ResponderExcluir
  6. Fala sério gosta de apanhar

    ResponderExcluir
  7. briga de marido e mulher ninguem mete a colher

    ResponderExcluir
  8. A taca foi bem pouca tem mulher q n tem um pingo de vergonha msm eu hemm rsrsrsrs quando ela voltar cm ele a taca vai ser melhor 😂😂😂😂😂

    ResponderExcluir
  9. Falta de amor próprio apanhar desse canalha ainda ficar com vagabundo desse

    ResponderExcluir
  10. Não há necessidade de representação por parte da vítima, o crime é de ação pública e pode ser denunciado por qualquer pessoa inclusive pela filha, após feita a denuncia o ministério público poderá representar contra o agressor mesmo contra a vontade da vítima.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí anônimo, parece que a polícia de trizidela anda meia desenformado das leis. Se a vitima tem lesões visíveis ele pode ser preso mesmo que a vítima não queira representá-lo. Isso deve ser algum cara com posição na sociedade, se fosse um coitado já tava preso.

      Excluir
  11. Carlinhos meu amigo, essa acao e incondicionada, não precisa a vítima presta queixa para prosseguir o processo se for constata a agressão o inquérito pode correr normalmente. Do Do dica

    ResponderExcluir
  12. As vezes a pobre da mulher está ameaçada de morte. Pq a justiça geralmente da medo das protetivas de manter distância e isso não impede de o agressor chegar la e matar a vítima e so o que agente ve acontecendo

    ResponderExcluir