quinta-feira, 22 de março de 2018

Jovem é morto com tiro de espingarda em Lago da Pedra


Na noite desta quarta-feira (22), mais um jovem teve sua vida interrompida ao ser morto com um tiro na cidade de Lago da Pedra (MA).

Eleilson da Conceição Silva, de 17 anos, morreu quando saia da casa de um amigo, localizada na Rua da Paz, nas proximidades do Centro Cultural Souzinha Catingueiro, Bairro Waldir Filho. O crime aconteceu por volta das 21h20.

O jovem foi surpreendido com um tiro de espingarda; o projetil perfurou o abdome e quatro caroços de chumbo fizeram outras perfurações no corpo; a vitima morreu ainda no local.

Elielson morava com sua mãe na Avenida Domingos José Rodrigues, no Bairro Planalto, local onde o corpo está sendo velado. Ele trabalhava em um lava jato e durante o dia e assava carne em um espetinho no período da noite.

A vitima, segundo um de seus irmãos, todas as noites fazia o mesmo trajeto, passando sempre pela mesma rua para se encontrar com amigos; suspeita de que quem o matou, conhecia a  rotina da vítima.  Há versões que ele foi assassinado por engano, ao ser confundido com outra pessoa.
Jovem de 17 anos é assassinado em Lago da Pedra 
Especula na cidade que o jovem estava envolvido com usuários de drogas e talvez fizesse uso de substâncias ilícitas.

A Polícia Civil investiga o caso. Policiais civis e militares estiveram no local do assassinato.
Local do homicídio com a presença de curiosos e policiais civis e militares 


Com informações de Vilmar Ferreira (Lago da Pedra). 

6 comentários:

  1. Aqui é assim "escreveu ñ leu o pau comeu"🔫🔫💥💥💥⚰⚰⚰☠☠☠💀💀

    ResponderExcluir
  2. É mais um assassinato de jovem oriundo DO TRAFICO DE DROGA... Com certeza mais um que vai ficar no esquecimento das autoridades.. Crime que poderia ser evitado se houvesse uma fiscalização no trafico de droga em nossa cidade .

    ResponderExcluir
  3. Cidade sem lei cidade mal vista esse Lago da pedra é uma disgraseira todo asacinato de pobre agora já é resumido em tráfico a justiça não pode se basiar só nisso não pq quandquando e um rico quer e morto já se fala pistolagem e pobre já se fala acetato de conta é nisso fica cadê os investigadores para começarem descobrir esses crimes

    ResponderExcluir
  4. O triste desta história é a falta de compreensão manifestada nos comentários. A violência é geral, do México à Argentina. Se não tem atendimento médico, vai ter investigador? Convivam com o legado (herança) da política social do PT.

    ResponderExcluir
  5. Esse delegado de Lago da Pedra, Juntamente com esse Tenente é outro fraco. E esse comandante do 19°BPM não está fazendo nada. Vamos espocar essas bocas de fumo minha gente.

    ResponderExcluir