sexta-feira, 20 de abril de 2018

Afetados por enchentes vão receber auxílio de ministério

Chuvas ainda castigam a cidade de Pedreiras, no interior do estado
Cestas básicas, produtos de higiene pessoal e água potável estão entre os itens destinados aos desabrigados; para conseguir auxílio da Defesa Civil Nacional, os municípios devem obter o reconhecimento federal de Situação de Emergência

Mais de cinco mil kits de ajuda humanitária – compostos de cestas básicas, produtos de higiene pessoal e itens de dormitório – e 83 mil galões de água potável serão enviados pelo Ministério da Integração Nacional, por meio da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), às famílias desabrigadas, prejudicadas pelas enchentes no interior do Maranhão. 2.357 famílias foram afetadas pelas inundações, até o momento, segundo dados da Defesa Civil Estadual.

De acordo com o Ministério da Integração, parte do apoio emergencial está sendo disponibilizada antes mesmo de concluída a análise dos pedidos de reconhecimento federal de situação de emergência - primeiro passo para obter o auxílio do Governo Federal. O envio do auxílio para o interior do estado já foi articulado.

Ainda segundo o órgão, desde as primeiras ocorrências, no entanto, técnicos da Defesa Civil Nacional têm prestado todo o apoio a equipes locais no sentido de orientá-las quanto aos trâmites e o envio da documentação necessária para complementar o auxílio federal. O ministro da Integração Nacional, Pádua Andrade, e o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Ramlow, também têm se reunido com lideranças do estado e prefeitos das cidades atingidas.

SAIBA MAIS

Para obter auxílio material e financeiro da Defesa Civil Nacional, os municípios devem obter o reconhecimento federal de Situação de Emergência e apresentar um relatório com diagnóstico dos danos e um Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID).

A documentação é analisada pela equipe técnica da Sedec e, se aprovada, o recurso é definido e disponibilizado pelo Ministério da Integração. O apoio federal é complementar às ações dos estados e municípios.

Situação de Emergência:

11 cidades maranhenses, como Marajá do Sena, Pedreiras, Trizidela, Lago dos Rodrigues e Brejo, estão em Situação de Emergência, de acordo com o último boletim divulgado pela Defesa Civil do Maranhão.

Sobre a quantidade de famílias afetadas pelas inundações, há registro de casos nos seguintes municípios:

Marajá do Sena – 185 famílias afetadas

Pedreiras – 182 famílias afetadas

Trizidela do Vale – 419 famílias afetadas

Presidente Vargas – 300 famílias afetadas

Brejo – 200 famílias afetadas

Bacabal – 87 famílias afetadas

Imperatriz – 15 famílias afetadas

Tuntum - 335 famílias afetadas

Caxias – 12 famílias afetadas

Codó – 68 famílias afetadas

São João do Sóter - 483 famílias afetadas

São Luiz Gonzaga – 34 famílias afetadas

Timbiras – 37 famílias afetadas

Total: 2.357 famílias afetadas

Fonte: Defesa Civil Estadual

DANIEL JÚNIOR / O ESTADO

Um comentário:

  1. EITA POVO MENTIROSO O RIO MEARIM TÁ SECO JÁ E ESSE BANDO DE POLITICO LADRÃO INVENTADO ENCHENTE.

    ResponderExcluir