terça-feira, 10 de abril de 2018

O vice de cada um...


Faltando pouco mais de quatro meses para o fim das convenções partidárias - e sete dias para fechamento da janela de filiações -, os pré-candidatos a governador do Maranhão ainda mantêm esfriado o debate sobre a composição de suas chapas, notadamente no que diz respeito ao candidato a vice-governador. Nem mesmo o comunista Flávio Dino, que ora ocupa o Palácio dos Leões, estimula essa discussão agora, diante das pressões que sofre pela composição.

A ex-governadora Roseana Sarney também não entrou ainda no debate sobre seu companheiro de chapa, embora já se saiba que ela gostaria de alguém com perfil mais jovem, sobretudo por já ter definido sua chapa de candidatos a senador. Mas a pré-candidata só quer abrir esse debate a partir de julho, quando começará o prazo das convenções.

Dos pré-candidatos já anunciados, apenas Eduardo Braide (PMN) já acenou com um vice, o ex-candidato a prefeito de Imperatriz Ribinha Cunha (PSC). Mas, além de não ter a certeza da composição, Braide tem incertezas da própria candidatura, diante do tamanho diminuto de sua legenda.

O senador Roberto Rocha (PSDB) e a ex-prefeita Maura Jorge (Podemos) igualmente não discutem composição de chapa. O primeiro porque ainda tem dificuldade na montagem de alianças; ela porque espera definição do grupo do presidenciável Jair Bolsonaro.
Já o pré-candidato Ricardo Murad, apesar de ter lançado Plano de Governo ainda em dezembro, também não se definiu pela corrida, sobretudo pelo fato de que seu grupo político prefere vê-lo na disputa por vagas na Assembleia Legislativa.

Estado Maio – Coluna dO Estado

2 comentários:

  1. POVO MARANHENSE NÃO VOTEM NESSAS CARNIÇAS. TODOS PODRES DE RICOS E VOCÊS CADA DIA MAIS POBRES. TEM QUE POR O EXERCITO PRA POR ORDEM E PROGRESSO. POIS PARASITAS POLITICOS NÃO DA MAIS.

    ResponderExcluir
  2. O vice governador do Maranhão vai ser o de Flávio Dino e bem ki poderia ser erlanio Xavier

    ResponderExcluir