terça-feira, 24 de abril de 2018

Trizidela do Vale e Marajá Sena em situação de emergência pelo Governo Federal


Apenas duas cidades maranhenses, das 12 em situação de emergência decretada pelo governo estadual, tiveram aceitação do quadro alarmante por parte do Ministério da Integração Nacional, oficializada na edição do Diário Oficial da União
 
Das 12 cidades Maranhenses até o fechamento desta edição tiveram situação de emergência decretado pelo governo do Maranhão devido às fortes chuvas, apenas duas: Trizidela do Vale e Marajá do Sena tiveram aceitação, na prática, dos quadros alarmantes em seus territórios por parte do Governo Federal. Os reconhecimentos da situação de emergência das cidades maranhenses por meio de portarias que terá vigência de 180 Dias foram divulgada no Diário Oficial da União (DOU).

Segundo o Ministério da Integração Nacional, outras 6 cidades do Maranhão (Pedreiras, Tuntum, São João do Sóter, Lago dos Rodrigues, Brejo e Conceição do Lago-Açu) também solicitaram oficialização da situação de emergência ao governo federal. Os pedidos estão sob análise. Em situação de emergência, os municípios poderão ter acesso às ações do Governo Federal, como envio de kits de higiene pessoal.
Continua...

De acordo com o governo federal, para ter acesso aos recursos emergenciais, as prefeituras das cidades interessadas devem apresentar o chamado plano detalhado de respostas (PDR), uma espécie de relatório contendo os danos causados pelas chuvas, as implicações desses problemas a população e quais as necessidades básicas que devem ser assistidas de forma prioritária.

Valor do recurso

A partir do indivíduo PDR, as equipes da secretaria nacional de proteção e Defesa Civil Analisa um pedido e, se aprovado, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado, que será remetido para o governo do estado que por conseguinte, o repassa para prefeitura solicitante da ajuda. Até o momento, o Governo Federal não informou qual o valor será destinado para as administrações de Trizidela do Vale e Marajá do Sena.

Dados do governo do Maranhão atualizado no dia 21 deste mês apontavam que 463 famílias de Trizidela do Vale ainda estavam desabrigadas, em virtude do alto índice pluviométrico na região que levou subitamente as águas do rio Mearim. Quase descendo a população de Trizidela (cerca de 1852 pessoas) está Sem Abrigo no município por causa das chuvas.

Apesar do quadro preocupante, a enchente deste ano não se aproximou da registrada em Trizidela do Vale em 2009. Na ocasião, de acordo com dados da Defesa Civil, cerca de 95% da população local foi diretamente atingida. Por várias semanas, o fornecimento de água potável cidadãos foi suspenso e houve uma campanha maciça para envio de ajuda aos desabrigados. Já em Marajá do Sena, de acordo com o governo, 120 famílias foram afetados com alto índice pluviométrico.

Ainda de acordo com os dados do governo federal, além de Trizidela do Vale, cidades como Tucuruí (PA), Itaubal (AP) e Macapá (AP) também receberão ajuda financeira por causa das fortes chuvas registradas nos últimos dias.
Fonte: O Estado

2 comentários:

  1. Trizidela do Vale tem que ser evacuada, é uma parte de Pedreiras, já foi provado que não dá pra morar nessas duas cidades. Uma parte de Pedreiras ainda se salva, agora Trizidela do Vale não era nem pra ser chamada de cidade, é só pra enriquecer o prefeito de lá.

    ResponderExcluir
  2. Pronto prefeito realizou um sonho

    ResponderExcluir