sábado, 4 de agosto de 2018

Acusado de matar jumento a facadas é preso pela Polícia Militar de Esperantinópolis

 
Foi preso em Esperantinópolis, na rua Rio Grande do Norte, por policiais militares, no dia (02), Francisco Firmino de Araújo Filho (Sabiá) de 29 anos,  ele é acusado de matar de maneira covarde e impiedosa um jumento no dia 31 de julho , onde quatro homens foram acusados de desferir golpes de faca contra um jumento, cometendo assim crime ambiental, o animal veio a óbito no local. A prisão só foi possível graças a denúncias anônimas. 

A guarnição da Policia Militar foi chamada ao local, onde comprovou a veracidade das informações e efetuou a detenção do acusado, encaminhando ele para a Delegacia de Polícia Civil de Esperantinópolis, para ser autuado na forma da lei.
Continua...
 
Matar Jumento ou qualquer outro animal é crime. Não importa se o animal é doméstico, domesticado, silvestre, nativo ou exótico. O que trata disso é o artigo 32 da Lei dos Crimes Ambientais, de 1998. A lei prevê detenção de três meses a um ano, além de multa, para quem “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar” qualquer tipo de animal. Se houver a morte do bicho, a pena aumenta até um terço.
Do Blog do Victor Macêdo

9 comentários:

  1. Esse elemento deveria pagar com a vida por esse ato de crueldade a um animal indefeso.

    ResponderExcluir
  2. esse ai é um cara muito covarde.

    ResponderExcluir
  3. Olha só a cara desse imundo

    ResponderExcluir
  4. Miserável.....monstro... Tu vai pagar maldito pelas Leis Divinas o que tu fez com esse animal.....Deus tarda mais não falha.Revoltante!

    ResponderExcluir
  5. Tinham era que prender tbm o vagabundo que matou o cachorro da miru na Vila Borges em poção de pedras matou ou cachorro tbm com facão foi horrível o que aquele monstro fez com a pobre cadela

    ResponderExcluir
  6. Isso é um miserável bom de ser bem executado

    ResponderExcluir
  7. Revoltante. A pena prevista é pequena.

    ResponderExcluir
  8. Precisamos de execucoes

    ResponderExcluir