quarta-feira, 22 de agosto de 2018

Em confronto com policiais, morrem dois assaltantes que participaram da morte do Sargento Póvoas

Na tarde de ontem (21), policiais militares fecharam o cerco a dois dos assaltantes que balearam e mataram o sargento Póvoas na noite de ontem no Maiobão. Houve o confronto e dois bandidos vieram a óbito.

No Vila Isabel Cafeteira , os dois homens que participaram do assassinato do militar estavam escondidos. A polícia montou uma operação de guerra por tratar-se do enfrentamento com bandidos de perigosa facção. Até o helicóptero do CTA foi usado durante a operação.

Os nomes dos assaltantes mortos não foram revelados. Davizinho, um dos assaltantes, foi baleado ontem pelo sargento Póvoas e permanece hospitalizado no Socorrão II. O militar ainda foi levado para o Hospital do Servidor, mas não resistiu e faleceu.
Do Blog do Luis Cardoso

12 comentários:

  1. Heróis,é isso aí,viva a polícia,salário miserável pra ariscar a vida,continuem exterminando essa raça maldita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carlinhos é verdade que o assassino dudu moita tá solto? O povo viu uma matéria no blog mas não acredita que ele esteja livte. É verdade?

      Excluir
  2. Carlinhos diga aí pra nós o sargento Carlos ainda tá vivo os igarapegrandesses querem saber .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Está vivo e muito bem!

      Excluir
    2. O Sargento Carlos está vivo e Bem recuperado Graças à Deus.

      Excluir
  3. Em qualquer país civilizado, democrático, com povo consciente, diante de um fato desses, e isso já teria ocorrido há bastante tempo, haveria mobilização geral da sociedade para alterar a legislação penal. A prova da ineficácia dessa legislação são as evidências do aumento da violência no país. O Brasil, infelizmente, é uma terra sem lei e os responsáveis somos nós que sofremos as consequências e apenas reclamamos, confortavelmente. O legislativo não vai modificar a legislação se não houver mobilização da sociedade, uma vez que vários setores organizados desta sociedade precisa dessa legislação frouxa e dela se alimentam. Precisamos decidir qual situação de segurança desejamos. Para alcançar a situação desejada precisamos nos despir de nossos ranços religiosos, ideológicos, políticos, etc, e entender que somos uma nação única. O prejuízo de um é para todos, somos interdependentes. Aqui em São Luis criminosos começaram expulsando moradores no bairro do Coroadinho, depois na Pirâmide, depois na Vila Funil. Amanhã será no X, depois no Y, depois em Pedreiras, depois etc, etc. E a gente calada... é muita omissão.

    ResponderExcluir
  4. Sargento Carlos já está em pedreiras na sua casa.

    ResponderExcluir
  5. tudo isso é resultado de um desgoverno corrupto que passou 14 anos no comando do nosso país e optou pelos direitos dos mano. a comunidade de bem que dane. ptralhas nunca mais. sou patriota e amo meu país, por isso, voto BOLSONARO 2018.

    ResponderExcluir
  6. Tem que matar esses bandidos

    ResponderExcluir
  7. E incrível como vagabundo tem sorte, Bolsonaro 2018!

    ResponderExcluir
  8. Dizem que ficou difícil pra ele sentar po causa do tiro que ele levou no fiofó.

    ResponderExcluir