segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Maria Inês, mulher de Winston Alagoano, morre no Hospital de Presidente Dutra


Na última sexta-feira (17), morreu no Hospital Macrorregional de Presidente Dutra, Maria Inês Camilo Damasceno Oliveira. A mesma estava internada desde o dia 6 de julho, após ser alvejada, junto com o marido, Winston Alagoano, com vários tiros. O casal estava em um veículo na Rua São Joaquim, região da Baixada, em Trizidela do Vale, quando dois homens em uma motocicleta se aproximaram do e realizaram os disparos contra os dois. Winston morreu no local, tentando proteger a esposa com o próprio corpo.

A informação da morte foi confirmada com a polícia civil. A família de Maria Inês não forneceu detalhes do funeral e sepultamento.

Relembre o caso

O tio da vice-prefeita de Igarapé Grande, identificado como Winston Camilo Oliveira, Winston Alagoano, de 54 anos, foi assassinado e a sua esposa, Maria Inês Camilo Damasceno Oliveira, idade não revelada, foi baleada durante a noite da última sexta-feira (06.07.2018).
 
Policiais e curiosos cercam o carro das vítimas após o atentado em Trizidela do Vale 


O crime foi praticado por dois homens que estavam em uma motocicleta, na Rua São Joaquim, região da Baixada, na cidade de Trizidela do Vale.

De com as informações da polícia, o casal estava dentro de um veículo branco quando foi abordado pelos dois assassinos, ainda não identificados.

As vítimas foram baleadas e Winston Alagoano morreu ainda no local. A esposa dele foi socorrida e levada pela ambulância para o hospital desse município, mas teve que ser transferida em estado grave para o Hospital de Presidente Dutra e, e desde então lutava pela vida.

A polícia esteve no local do crime e ficou sabendo por meio de populares que Winston Alagoano passava diariamente nessa rua devido ter um sítio, localizado no Poeirão. Ele também era dono de dois caminhões, que prestam serviço naquela região.

O corpo de Winston foi removido ao hospital dessa cidade para ser periciado e, logo após, liberado para os familiares.

A polícia também informou que mais dois membros dessa família, Geraldo e Zezé Alagoano, foram mortos a tiros no interior do estado durante o ano passado.

O caso está sendo investigado pela equipe da Delegacia Regional de Pedreiras e não há registro de prisão dos acusados.

Mais 


Wiston Alagoano foi assassinado a tiros e esposa fica ferida Trizidela do Vale

5 comentários:

  1. Meus pêsames a família

    ResponderExcluir
  2. Quer tristeza meu deus pra esses filhos deus conforte os corações de todos os familiares 😢😢

    ResponderExcluir
  3. Muito triste Deus conforte os familiares

    ResponderExcluir
  4. Muito triste isso, meus pêsames ah família.

    ResponderExcluir