quinta-feira, 30 de agosto de 2018

Serviço de Endemias e Zoonoses de Poção de Pedras envia nota de esclarecimento ao blog do Carlinhos



Após a matéria vinculada ontem (29), "Leitores do blog estão preocupados com cachorros infectados vagando pelas ruas de Poção de Pedras", no presente blog, a SEMUS enviou uma nota de esclarecimento. Leia.

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) de Poção de Pedras, por meio do setor de Endemias e Zoonoses, vem por meio desta nota, fazer esclarecimentos sobre matéria vinculada no Blog do Carlinhos. 

1° Os cães soltos nas ruas – Os profissionais de endemias de Poção de Pedras não podem recolhê-los sem primeiro atestar que o animal esteja doente. O recolhimento somente acontece em caso de leishmaniose no cão. Após ser feito o exame, o animal infectado é recolhido e realizado a eutanásia (sacrifício).

A secretaria municipal de Saúde tem procurado resolver o problema o mais rápido possível. Na semana passada, os profissionais de saúde foi realizado várias palestras no município no intuito de esclarecer a sociedade sobre Leishmaniose. A SEMUS faz levantamentos dos locais mais propícios para a presença de cães infectados. Realiza-se o inquérito canino, e testes rápidos para retirar o maior número de cães doente da rua, uma medida que tem tranquilizado a população.


2° O município não está recebendo testes rápidos para realizar exames em animais suspeitos de calazar. Com o teste, sangue do animal é retirado e encaminhado para Caxias. Depois de alguns dias, o resultado chega e, no caso de positivo, é feito o recolhimento do animal e realizado a eutanásia.

3° A Leishmaniose (Calazar) não pega do cão para a pessoa. É um mosquito que pica o animal doente e depois pica a pessoa. Sem o mosquito não tem leishmaniose em humanos. 

O cão não  passa calazar para outro cão, também não tem uma vacina para tratar o calazar no animal. Tem cura em humanos, mas não tem cura nos cachorros.

Os moradores de Poção de Pedras podem ficar tranquilos que a SEMUS, por meio do setor de Endemias e Zoonoses, vão fazer campanha para averiguação desses animais. Na verdade isso já está sendo feito há alguns dias.

4° Leishmaniose.  Transmissão: A Leishmaniose é transmitida por insetos hematófagos (que se alimentam de sangue) chamado popularmente pelo nome de mosquito Palha.  A Doença não pega pelo contato.

5° Tratamento. Ainda não foi desenvolvida uma vacina contra a leishmaniose, que pode ser​ curada nos homens mas não nos animais.

6° Os moradores devem apenas tomar alguns cuidados: limpando os quintais, não criando porcos e galinhas, gado perto de suas casas.

Com isso dificulta a proliferação do mosquito que diferente do mosquito da Dengue não precisa de água para viver.

* Mantenha a casa limpa livre de criadouros.

* Cuide bem de saúde do seu cão.

Os cuidados do tratamento exigem atenção especial do dono para com o animal, e também no ambiente em que o cachorro vive.

7° A população de Poção de Pedras tenha confiança que os profissionais de endemias estão buscando resolver o problema, buscando parcerias e certamente em pouco tempo, estará resolvido.

A secretaria de Saúde e o setor de Endemias e Zoonoses estão a disposição da população para mais esclarecimentos. Entrem em contato através do telefone: (99) 988325091 (Olean).

Atenciosamente: Secretária Municipal de Saúde: Dra. Cássia
Coordenador de Endemias: José Olean

6 comentários:

  1. Existe vacina contra calazar sim. O Ministério da Saúde pode não fornecer devido o valor. Pergunte na Agropet Vitória, eu comprei lá...são 3 doses para imunizar o animal. E cada dose custa 150 reais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aí você quer que o município, ou o ministério da saúde gaste 450 reais por animal?

      Excluir
    2. Sei que nem o município nem o Ministério a Saúde vão gastar tanto com um animal. Estou apenas fazendo um esclarecimento, porque na nota assinada pela secretária afirma "...5° Tratamento. Ainda não foi desenvolvida uma vacina contra a leishmaniose". E se alguém tem um animal, se quiser e puder protegê-lo, existe vacina, aesar de cara.

      Excluir
  2. Por q não exigir os testes rápidos? É um perigo esses animais soltos. Quanto mais tempo sem um diagnóstico, pio pra populaçao

    ResponderExcluir
  3. deixar de criar galinha perto de casa...é difícil. As galinhas atraem o mosquito do calazar? Criar galinhas melhora a alimentaçao dos mais carentes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim. As fezes das galinhas servem como alimento para os mosquitos.

      Excluir