segunda-feira, 3 de setembro de 2018

Mulher arranha braço de PM que prendeu o marido dela por Maria da Penha em Pedreiras



Mais dois casos tipificados na Lei da Maria da Penha foi registrado na delegacia regional de Pedreiras no último final de semana.

No sábado, dia 1º, o companheiro estava agredindo a companheira (nomes e endereço não divulgado), a polícia foi acionada para intervir na confusão, mas no momento em que os policiais conduziam o agressor, a vítima ficou revoltada, tentou impedir a condução do companheiro e revoltada partiu para cima dos policiais. Ela chegou a arranhar o braço de um policial militar.

A confusão foi parar na delegacia.

No outro caso de Maria da Penha em Pedreiras não houve condução.

- Ribinha da FM Cidade

Nos últimos meses já foram vários casos registrados na 14ª Delegacia Regional de Pedreiras, em que vizinhos denunciam casos enquadrados na Lei Maria da Penha, porém, com a chegada da polícia, as supostas vítimas desmentem a denúncia e o agressor fica impune. Em um dos casos, a vítima levou uma testemunha à delegacia para inocentar o companheiro, disse que os vizinhos interpretaram mal o que realmente aconteceu dentro da casa dela, porém se negou a fazer exames de corpo de delito. Diante de tudo isso, o marido dela foi liberado.  

Um comentário: